Com Robinho e Fred no banco, Atlético vence a Ponte e encosta no Palmeiras

Do UOL, em Belo Horizonte

Atrás do Palmeiras na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG não podia pensar em outro resultado que não fosse a vitória diante da Ponte Preta. E assim fez o clube mineiro, triunfo por 2 a 1, com os dois gols atleticanos na etapa inicial, marcados por Júnior Urso e Clayton. Roger descontou para a Ponte. Resultado que deixa o Atlético apenas dois pontos atrás do Palmeiras, que ainda não entrou em campo pela 28ª rodada do Brasileirão.

Jornada que começou muito boa para os atleticanos, que além da vitória em Campinas, viram o Flamengo, outro postulante ao título, empatar sem gols com o São Paulo, fazendo a diferença cair para um ponto. Agora, certamente o torcedor do Atlético vai torcer contra o Palmeiras, que nesta segunda joga contra o Santa Cruz, em Recife.

Marcelo escala Atlético sem Robinho e Fred

Deixar Robinho e Fred no banco de reservas numa partida de Campeonato Brasileiro não é para qualquer técnico. E foi o que fez Marcelo Oliveira na partida contra a Ponte Preta. Os dois artilheiros da equipe na competição ficaram fora, com Otero, Cazares, Clayton e Lucas Pratto formando o ataque titular. No caso de Fred, foi por opção do treinador atleticano. Já Robinho se queixou de cansaço, pois vinha de uma sequência de quatro jogos em 11 dias. "O Robinho estava muito desgastado, e preferimos usar o elenco", explicou Marcelo Oliveira, antes da partida. Robinho entrou aos 21 minutos da etapa final. Já Fred sequer entrou na partida.

Volante que mais rouba bola é também o que mais faz gols

Leandro Donizete é ídolo da torcida, enquanto Rafael Carioca é um jogador de seleção brasileira. Até por isso, ambos fazem a dupla de volantes considerada ideal no Atlético. Mas por números, é Júnior Urso quem faz um Campeonato Brasileiro melhor. O camisa 21 não é somente o volante atleticano que mais rouba bolas na competição, mas é o que também mais gols faz. Com o marcado diante da Ponte Preta, Urso chegou a três no Brasileirão. Na lista dos artilheiros do Atlético, ele só está abaixo de Robinho, Fred e Cazares.

Cazares perde o gol mais feito do Brasileirão em 2016

Já são quase 280 partidas realizadas no Campeonato Brasileiro de 2016. Mas, certamente, em nenhuma delas alguém perdeu um gol tão feito como perdeu o meia Cazares, do Atlético. O camisa 11 do time mineiro teve a chance de fazer 3 a 0, ainda no primeiro tempo, após a falha do zagueiro Fábio Ferreira. Cazares driblou o goleiro Aranha e, com o gol totalmente aberto, o atleticano chutou a bola para fora. "Na verdade, a bola veio muito devagar e errei. Acontece, todo mundo pode errar", disse Cazares ao canal Sportv, no intervalo da partida.

Ponte é o primeiro time batido pelo Atlético duas vezes no Brasileirão

Seis pontos disputados contra a Ponte Peta e seis pontos conquistados. Por enquanto a equipe de Campinas é a única que foi derrotada duas vezes pelo Atlético nesta edição do Campeonato Brasileiro. No primeiro turno, o jogo com a Ponte marcou o começo da reação atleticana, que estava na zona de rebaixamento, quando recebeu o clube campineiro, no Independência, no dia 19 de junho. O Atlético venceu com gols de Leonardo Donizete, Cazares e Carlos.

Ponte tenta repetir reação do Atlético na Copa do Brasil

Cerca de dez dias atrás a Ponte Preta recebeu o Atlético, em jogo válido pela Copa do Brasil. Após fazer 2 a 0, o time da casa permitiu a reação do visitante, que empatou a partida por 2 a 2. Resultado que classificou o time mineiro, que na primeira partida havia empatado por 1 a 1, no Mineirão. Agora foi a vez da Ponte Preta tenta reagir após um 2 a 0. Placar que o Atlético construiu no primeiro tempo. Aos 34 minutos da etapa final, com Roger, a Ponte diminuiu. Apesar da pressão, o time mineiro conseguiu segurar o resultado.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Data: 01/10/2016 (sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Motivo: 28ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza e Alexandre Pruinelli Kleiniche (ambos do RS)
Cartões amarelos: João Vitor e Wendel (PON) Otero e Júnior Urso (CAM)
Gols: Júnior Urso aos 15 min e Clayton aos 37 min do primeiro tempo; Roger aos 34 min do segundo tempo

PONTE PRETA
Aranha, Jeferson, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Breno Lopes; João Vitor (Wellington Paulista, aos 30 do 2º), Wendel (Matheus Jesus, aos 23 do 2º) e Galhardo; Felipe Azevedo, Ravanelli (Zé Roberto, aos 14 do 2º) e Roger.
Treinador: Eduardo Baptista.

ATLÉTICO-MG
Victor, Carlos César, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Otero (Hyuri, aos 40 do 2º) e Cazares (Robinho, aos 21 do 2º); Clayton (Maicosuel, aos 13 do 2º) e Lucas Pratto.
Treinador: Marcelo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos