Em confronto direto, Santos vence Atlético-PR com gol polêmico e fica no G4

Do UOL, em São Paulo

Em confronto direto na busca pelo G4 do Campeonato Brasileiro, Santos e Atlético-PR se enfrentaram na Vila Belmiro e fizeram um jogo de poucas emoções, mas o Peixe levou a melhor. Venceu por 2 a 0 e mostrou que está firme na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores da América. Santos fez gol em um lance polêmico e depois Paulinho ampliou a vantagem.

No primeiro tempo os dois times criaram poucas chances de gol e só levaram algum perigo em jogadas pelas laterais. O que decidiu foi o pênalti polêmico marcado a favor do Santos, bem cobrado por Ricardo Oliveira.

O segundo tempo foi mais animado, pois o Atlético-PR acertou uma bola no travessão e deu trabalho para o goleiro Vanderlei. O Santos acertou bons contra-ataques e conseguiu fazer o gol aos 38min para matar o jogo e fechar o placar.

Com isso, o Santos ficou com 48 pontos, está em quarto lugar e deixou o Atlético-PR para trás, com 42, em sexto. O próximo jogo do Peixe no Campeonato Brasileiro será outro confronto direto pelo G4, contra o Fluminense, novamente em casa, na quarta-feira, às 21h (de Brasília). Já o Atlético-PR vai encarar a Chapecoense em casa no mesmo dia, às 19h30.

Pênalti polêmico

Ex-jogador do Santos, Rafael Galhardo errou um passe no meio-campo, o Santos pegou a defesa do Atlético-PR desmontada, e Vecchio ficou frente a frente com Wéverton. Quando ele tentou driblar, caiu, então o juiz marcou pênalti do goleiro. Ricardo Oliveira, que tinha ficado três semanas lesionado e voltou neste sábado, balançou a rede aos 31min e abriu o placar.

Quem foi bem: Renato

O volante mostrou sua tradicional qualidade na marcação e ainda ditou o ritmo do meio-campo com bons passes. O pé estava tão ajustado que ele ainda deu assistência para o gol de Paulinho no final.

Quase um golaço

Aos 17min do 2º tempo, Lucas Lima deu uma arrancada do meio-campo, driblou dois marcadores e ficou frente a frente com Wéverton. Seria um golaço, mas ele finalizou para fora.

Calou a torcida

Quando Dorival anunciou que tiraria Copete de campo, a torcida vaiou o técnico. Mas Paulinho entrou no lugar e conseguiu dar resultado em apenas sete minutos. Ele aproveitou cruzamento de Renato e cabeceou para a rede.

Ótimo mandante x Péssimo visitante

O jogo reuniu um dos melhores mandantes do Campeonato Brasileiro, o Santos, contra um dos piores visitantes, o Atlético-PR. Com a vitória deste domingo, o Peixe conquistou ao todo 34 pontos na Vila Belmiro. Já o Furacão só tem sete pontos longe de Curitiba.

Possibilidade de G5

Neste domingo, a Conmebol vai decidir como será feita a nova distribuição de vagas da Copa Libertadores. Existe a possibilidade de o Brasil conseguir mais uma vaga. Neste caso o G4 viraria G5, o que vai aumentar as esperanças de Santos e Atlético-PR na busca por uma vaga na próxima Libertadores.
 

SANTOS 2 x 0 ATLÉTICO-PR

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 01/10/2016 (sábado)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez 
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (ASP-Fifa) e Cleberson do Nascimento Leite
Cartões amarelos: Wéverton (CAP), Lucas Lima (SAN), David Braz (SAN)
Gols: Ricardo Oliveira, aos 31min do 1º tempo; Paulinho, aos 38min do 2º tempo

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima (Jean Mota) e Vecchio; Copete (Paulinho) e Ricardo Oliveira (Yuri)
Técnico: Dorival Júnior

ATLÉTICO-PR
Weverton; Galhardo, Thiago Heleno, Paulo André e Nicolas; Otávio, Rossetto, Hernani e Lucho (Luan); Lucas Fernandes (Marcos Guilherme) e Pablo
Técnico: Paulo Autuori

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos