Por que artilheiro do Cruzeiro em 2016 perdeu vaga com Mano

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

Giorgian De Arrascaeta é o artilheiro do Cruzeiro em 2016, com dez gols assinalados. No entanto, perdeu a vaga na equipe comandada por Mano Menezes no triunfo sobre o Grêmio, neste sábado (1º), no Mineirão. Mas por que o treinador optou pela saída do uruguaio da escalação?

O escolhido para a posição ocupada pelo camisa 10 foi Rafinha. A função, entretanto, é completamente diferente da desempenhada pelo gringo, de acordo com o comandante do time mineiro. A ideia era que o novo titular passasse a atuar com mais frequência na marcação:

"Porque eu precisaria de 11, não é? Arrascaeta ficou fora porque um outro teria que entrar. A questão era a preocupação com o meio-campo. Precisávamos ter uma postura de mais composição de meio. Rafinha foi mais meio-campista do que atacante. Arrascaeta é mais atacante que meio-campista. Aquilo que vocês me perguntaram durante a semana, citando a dificuldade dos volantes, passa por aí", afirmou.

"O problema não está no setor de volantes. Nossos volantes correram demais contra o Corinthians. Se você vir a quilometragem do jogo, vocês vão notar. Não está faltando comprometimento e dedicação. Às vezes, falta um homem para ajudar na marcação e o Rafinha pôde fazer isso. Você tem dois caminhos para tomar. Ou coloca um terceiro volante ou coloca um meia que participa um pouco mais. Isso não quer dizer que Arrascaeta não vai poder jogar. Mas de agora para frente, vocês precisam entender e respeitar isso. Se ele jogar, outro sairá e não será um meio-campista", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos