Novas vagas mudam discurso do Grêmio sobre Libertadores: "Quase obrigação"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Rodrigo Rodrigues/Grêmio FBPA

    Grêmio confia na classificação para a próxima competição continental

    Grêmio confia na classificação para a próxima competição continental

Eram quatro, agora são seis vagas para a próxima Libertadores através do Brasileiro. E o aumento no número de vagas mudou o discurso do técnico Renato Gaúcho, do Grêmio. Segundo ele, agora a classificação é quase uma obrigação. 

"São mais duas chances que os clubes têm. Vamos procurar aproveitar. Eu dizia que tínhamos interesse na Copa do Brasil e no Brasileiro. Nosso pensamento sobre a Copa segue o mesmo, mas agora, mais do que nunca, abriram oportunidades para os clubes. E o Grêmio está dois pontos atrás, apenas (do sexto colocado). Digamos que se torna quase que uma obrigação conseguir esta vaga. Ou no Brasileiro, ou na Copa do Brasil", disse o técnico em entrevista coletiva. 
 
O Grêmio chegou a ensaiar discurso de troca de competição. Poderia priorizar a Copa do Brasil já que estava oito pontos atrás da linha de classificação para a Libertadores de 2017. Mas tudo mudou com a reformulação na competição continental e abertura de novas vagas no Brasileirão. 
 
Com isso, o duelo desta quarta contra o Vitória virou fundamental nas pretensões tricolores. O jogo está marcado para as 19h30 (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos