STJD absolve Lucas e Mano. Cruzeiro tenta reduzir pena de Manoel

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Daniel Vorley/Light Press/Cruzeiro

    Manoel desfalca o Cruzeiro por expulsão contra o São Paulo

    Manoel desfalca o Cruzeiro por expulsão contra o São Paulo

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou, nesta terça-feira (5), Lucas e Mano Menezes pelas expulsões no clássico com o Atlético-MG, em 18 de setembro passado. Ambos foram absolvidos. O técnico ainda recebeu advertência. O Cruzeiro ainda entrou com recurso para evitar que Manoel cumpra suspensão de quatro jogos pela expulsão contra o São Paulo, em 15 do mesmo mês.

O lateral direito foi expulso pelo árbitro Braulio da Silva Machado (SC) por segurar Rómulo Otero de "maneira acintosa na disputa da jogada", conforme súmula. O lance ocorreu aos 46 minutos da etapa complementar. Punido com amarelo anteriormente, ele recebeu o segundo e, consequentemente, o cartão vermelho.

Advertido pelo STJD, o treinador gaúcho foi expulso "por desrespeitar as decisões da arbitragem gesticulando de maneira acintosa e persistente, abrindo e fechando braços e aplaudindo ironicamente após a expulsão de um atleta de sua equipe". O árbitro alega que o técnico proferiu as seguintes para palavras: "P..., é tudo contra nós".

O clube ainda protocolou junto ao órgão um pedido para redução da pena de Manoel, expulso no revés para o São Paulo, no Morumbi. Na ocasião, o árbitro Diego Almeida Real expulsou o atleta por conduta violenta. Ele teria golpeado o adversário (Andrés Chávez) com um soco na barriga em lance fora da disputa de bola. O zagueiro foi punido com suspensão de quatro partidas e já se ausentou de duas. A intenção é que ele esteja à disposição da comissão técnica no sábado, diante da Ponte Preta.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos