Ricardo Oliveira decide contra o Flu e coloca Santos na briga por G3

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

Santos e Fluminense realizaram duelo equilibrado nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado caminhava para o empate até que Ricardo Oliveira, de cabeça, marcou o gol da vitória santista por 2 a 1, aos 34 minutos do segundo tempo.

O gol colocou o Santos na briga pelo G3, que garante classificação direta para a Copa Libertadores da América de 2017, sem a disputa da 'repescagem', conhecida como pré-Libertadores. Agora, a equipe santista soma 51 pontos, dois a menos que o Atlético-MG, terceiro colocado. 

O Santos volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo dia 13, no clássico contra o São Paulo, às 21h (de Brasília), no Morumbi, pela 30ª rodada do Brasileiro. O Fluminense joga no mesmo dia e horário contra o Flamengo. 

No entanto, o torcedor santista verá o time atuando no próximo sábado, no amistoso contra o Benfica, às 18h (de Brasília), na Vila Belmiro. A partida comemora os 100 do alçapão santista e a despedida do lateral esquerdo Léo. 

Quem foi bem: Wellington ataca de Neymar e bagunça defesa do Santos

O atacante Wellington bagunçou a defesa do Santos com boas jogadas individuais. O atacante pedalou, colocou o pé em cima da bola e driblou bastante em direção ao gol. Em uma das jogadas, ele fez a fila na defesa santista driblou quatro marcadores antes de finalizar para boa defesa de Vanderlei.

Quem foi mal: Lento, Vecchio faz torcida ter saudades de Lucas Lima

Sem Lucas Lima, na seleção brasileira, o Santos teve Vecchio como principal armador de jogadas. O meia argentino é bastante lento e não acompanha o ritmo do futebol brasileiro. Ele mesmo já confessou a companheiros de clube que o futebol brasileiro é muito rápido. Além disso, Vecchio errou o "último passe" para Ricardo Oliveira mais de uma vez. Mal no jogo, ele não voltou para o segundo tempo. Dorival Júnior colocou Rafael Longuine em seu lugar.

Ricardo Oliveira tenta decidir sozinho e consegue 

O Santos iniciou bem a partida, marcando pressão e dificultando a saída de bola do Fluminense. A estratégia quase resultou em gol quando Copete roubou a bola do defensor do Flu e tocou para Ricardo Oliveira, que ficou na frente do goleiro Júlio César. No entanto, o goleiro do time carioca fechou bem o gol e fez grande defesa. Sem receber bolas no ataque, Ricardo Oliveira voltava para o meio para "buscar o jogo". Em uma das tentativas, o centroavante arriscou de fora da área para boa de Júlio César novamente. No segundo tempo, quando o Santos sofria pressão do Fluminense, o camisa 9 apareceu na área para desviar de cabeça e garantir a vitória santista. 

Flu assusta com ataque veloz, mas peca na finalização

O Fluminense só apareceu para o jogo da metade do primeiro tempo em diante. Os cariocas deram trabalho com seu ataque veloz, formado por Scarpa, Marcos Júnior e, principalmente, Wellington. Foram quatro chances reais de gols, no mínimo, só no primeiro tempo. Mas o Flu pecou nas finalizações. No segundo tempo, o time ficou mais perigoso com a entrada de Richarlison. O atacante, inclusive, perdeu a chance de fazer o gol da vitória, mas chutou para fora na saída de Vanderlei. Na sequência, Ricardo Oliveira marcou para o Santos. 

Dorival 'ressuscita' Santos no 2º tempo, mas Levir dá o troco

O Santos voltou para o segundo tempo com outra postura em campo. Apático e lento na etapa inicial, a equipe santista voltou mais ligado e, principalmente, mais veloz. Um dos motivos foi a saída de Vecchio para a entrada de Longuine no intervalo. O resultado foi o gol logo no início. No entanto,Levir Culpi não deixou por menos. Após sofrer o gol, o treinador sacou Pierre e colocou o atacante Richarlison. O Fluminense atacante com cinco e seis jogadores e pressionava o Santos. Não demorou muito para o empate. Aos 17 minutos, Wellington Silva marcou no rebote de Vanderlei. No entanto, Ricardo Oliveira matou o jogo de cabeça após cobrança de escanteio. 

SANTOS 2 X 1 FLUMINENSE

Data e horário: 05/10/2016
Local: Vila Belmiro, em Santos, às 21h (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa e Celso Luiz da Silva (ambos MG)
Público: 5.253
Renda: R$ 141.310,00
 
Gols: Copete aos três minutos e Ricardo Oliveira aos 34 do segundo tempo (Santos) e Wellington Silva aos 17 minutos do segundo tempo (Flu)
 
Santos
Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz, Zeca; Thiago Maia, Renato, Jean Mota, Vecchio (Longuine), Copete; Ricardo Oliveira. 
Técnico: Dorival Júnior. 
 
Fluminense
Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e Willian Matheus, Pierre (Richarlison), Douglas, Cícero e Scarpa, Wellington e Marcos Junior (Henrique Dourado).
Técnico: Levir Culpi. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos