Desfalques no Brasileirão, atleticanos atuaram 11 minutos nas Eliminatórias

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Juan Mabromata/AFP

    Lucas Pratto ficou no banco de reserva e não jogou no empate da Argentina com o Peru

    Lucas Pratto ficou no banco de reserva e não jogou no empate da Argentina com o Peru

Na quarta-feira o Atlético-MG empatou sem gols com o Corinthians, deixando a briga pelo título do Campeonato Brasileiro bastante complicada. A equipe mineira sofreu com os desfalques. Eram dez no total, sendo que cinco ficaram fora da partida em Itaquera por causa das Eliminatórias da Copa do Mundo. Se o Atlético teve dificuldades em São Paulo, os cinco atleticanos convocados pouco atuaram na 9ª rodada da classificatória sul-americana.

Todos ficaram no banco de reservas. Somente Cazares e Otero atuaram, mas já nos minutos finais dos jogos do Equador e da Venezuela, respectivamente. Se somado o tempo que os dois meias do Atlético ficaram em campo, foram somente 11 minutos. O Equador venceu o Chile por 3 a 0, em Quito, e Cazares entrou aos 43 minutos da etapa final, quando o placar já estava estabelecido. O zagueiro Erazo ficou no banco de reservas e não entrou.

Otero jogou um pouco mais. O venezuelano entrou aos 36 minutos do segundo tempo na derrota para o Uruguai, por 3 a 0, em Montevidéu. O camisa 80 do Atlético e 10 da seleção venezuelana entrou com o jogo já definido, além de sua equipe ter um jogador a menos, com a expulsão de Vizcarrondo.

Titular da Argentina nas duas partidas anteriores, contra Uruguai e Venezuela, Lucas Pratto perdeu a posição com o retorno de Higuaín. O atleticano ficou o tempo todo no banco de reservas no empate da Argentina com o Peru, por 2 a 0, em Lima. O mesmo aconteceu com o volante Rafael Carioca, que assistiu do banco a goleada do Brasil sobre a Bolívia, por 5 a 0, em Natal.

Na próxima terça-feira as seleções sul-americanas voltam a campo para a 10ª rodada das Eliminatórias. O Equador joga contra a Bolívia, em La Paz, enquanto a Argentina recebe o Paraguai, em Córdoba, e Venezuela e Brasil se enfrentam em Mérida. Como o Atlético tem jogo dois dias depois pelo Brasileirão, contra o América-MG, a diretoria do clube trabalha para que todos os atletas estejam à disposição de Marcelo Oliveira para o clássico mineiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos