Inter rompe marcas de quatro meses e respira após pressão de decisões

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Há quatro meses o Internacional não sabia o que era vencer duas seguidas no Brasileiro. Há um pouco mais de tempo não ficava dois jogos sem sofrer gols. Embalado e fora da zona de rebaixamento, o Colorado respira após pressão com duas 'decisões' em casa. 

Os jogos de 11 e 16 de junho contra América-MG e Atlético-MG respectivamente foram as duas últimas vitórias em sequência do Colorado no Brasileiro. Antes, as duas últimas partidas sem sofrer gol, contra Santos, em 29 de maio, e Atlético-PR, em primeiro de junho. 
 
Até esta quinta-feira, quando logo as duas marcas foram quebradas. O segundo 1 a 0 em série foi consolidado contra o Coritiba após gol de Vitinho cobrando pênalti. Na rodada anterior, o Figueirense tinha sido batido. Fora da zona de rebaixamento mesmo que de forma momentaneamente - já que o Cruzeiro joga no sábado - o Internacional se vê renovado. 
 
"Trabalhar assim é bem melhor, graças a Deus. Para nós colorados. Até o fim da semana vamos trabalhar muito, mas tomar cuidado. Temos que recuperar os jogadores porque estamos numa batida muito forte. Mas vamos treinar muito porque precisamos disso. Hoje já vimos movimentações interessantes, rodamos a bola, laterais passaram. Temos que nos fortificar ainda mais para aproveitar os jogos em casa", disse o técnico Celso Roth. 
 
Em vez da pressão da torcida, que chegou a protestar em treinamentos. Em vez de reuniões e palestras por motivação, o Colorado agora está livre do drama e joga a obrigação de vitória aos adversários. Até o jogo contra o Botafogo, na semana que vem. 
 
"É claro que é bom. Mas o importante é que nos jogos em casa, que tínhamos a obrigação de ganhar porque a história do Inter é maior do que os adversário, e a qualidade técnica, e também por nosso momento no campeonato, conseguimos reverter. Tudo isso pesava contra. Veja o tamanho que foram estas duas vitórias. Nosso time ainda é jovem, e a conclusão que tiramos é que seguindo neste ritmo teremos muito futuro. O Inter terá um time muito forte ali na frente. O que estes meninos estão passando lhes dará experiência, ainda com uma idade boa. Mas no presente ainda cometemos erros que não podemos cometer", definiu Roth. 
 
O elenco vermelho se reapresenta já na sexta-feira e começa preparação para o duelo contra o alvinegro. Antes, porém, irá secar o Cruzeiro contra a Ponte Preta. O jogo será no sábado. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos