Botafogo vence Figueirense, passa Corinthians e cola no G-6

Do UOL, em São Paulo

Com um gol nos acréscimos, o Botafogo venceu o Figueirense por 1 a 0, neste domingo (9), no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, em jogo válido pela 29ª rodada do Brasileiro. O gol foi marcado por Bruno Silva, aos 46 minutos do segundo tempo, após cruzamento de Rodrigo Pimpão. 

Com o resultado, a equipe carioca ficou com 44 pontos, ultrapassou o Corinthians e o Grêmio, e colou no G-6, já que está a um ponto do Atlético-PR – o último clube do grupo.

Já o Figueirense permanece na zona de rebaixamento com 31 pontos – a três do Sport, o primeiro time fora do grupo dos quatro piores colocados do Nacional.
 

Começo chato

Figueirense e Botafogo fizeram um início de partida bastante insosso. Até os 15 minutos de jogo, nenhuma das equipes criou oportunidades claras de gol.

Durante o período, os mandantes foram ligeiramente melhores. No lance mais perigoso do time catarinense, Rafael Moura tentou dividir a bola com o goleiro Sidão, que levou a melhor na jogada.

Já o Botafogo não incomodou o goleiro Gatito Fernandez e ainda viu o seu lateral esquerdo, Victor Luís, chutar uma bola bem distante da meta do Figueirense, em uma das piores finalizações da 29ª rodada do Brasileiro.

Defesas bem postadas levam vantagem sobre os ataques

Lins e Rafael Moura não tiveram liberdade pelo lado do Figueirense, assim como os botafoguenses Neilton e Vinícius não acharam brechas na zaga dos mandantes.

As defesas de ambos os times se destacaram no primeiro tempo e neutralizaram as principais armas ofensivas do rival.

Botafogo melhora

Nos últimos quinze minutos do primeiro tempo, o Botafogo passou a ficar mais com a bola. Porém, a posse não foi transformada em chances de gol. O time carioca rondava a intermediária do adversário, mas, sem objetividade, não conseguiu levar perigo a Gatito Fernandez.

O lance que chamou mais a atenção aconteceu aos 43 minutos. Após uma cobrança de escanteio, o atacante Vinícius pegou o rebote e chutou com força. A bola subiu demais e passou por cima da meta da equipe catarinense.

Figueirense aperta no início do segundo tempo

Antes dos 5 minutos da etapa final, o atacante Rafael Moura assustou a defesa do Botafogo com duas jogadas aéreas. Nas duas oportunidades, ele subiu com liberdade e cabeceou bem. No entanto, nos dois lances, a bola saiu pela linha de fundo. A torcida reagiu e se empolgou nas arquibancadas do Orlando Scarpelli.

Marquinhos Santos coloca Figueirense no ataque e Rafael Moura perde gol incrível

Insatisfeito com o empate em casa, o técnico Marquinhos Santos fez duas alterações para deixar a equipe catarinense mais ofensiva. Everton Santos e Rafael Silva entraram nos lugares de Elvis e Lins.

Quase simultaneamente às substituições, Rafael Moura, livre na pequena área, concluiu para fora e perdeu uma chance incrível.

Jair Ventura responde

O treinador do Botafogo também mexeu no ataque. Tirou a dupla Neilton e Vinícius para colocar Rodrigo Pimpão e Sassá.

Mas quem assustou novamente foi o Figueirense, mais uma vez com Rafael Moura. O atacante tentou se aproveitar de uma indecisão da defesa botafoguense, dividiu com a zaga e caiu na área O árbitro Wilton Pereira Sampaio nada assinalou.

Aos 30 minutos, o zagueiro Alemão, da equipe carioca, arriscou de esquerda e exigiu uma defesa de Gatito Fernandez. 

Impedido!

Após um desvio de cabeça de Rafael Moura na meia-lua, a bola sobrou para Dodô na área. O meio-campista completou para o gol, mas o assistente já havia marcado a posição irregular do atleta do Figueirense. 

Botafogo cresce e marca nos acréscimos

A equipe carioca começou a chegar com perigo e a exigir intervenções de Gatito. Até que, aos 46 minutos, Rodrigo Pimpão recebeu um lançamento na ponta direita do ataque do Botafogo, chutou cruzado para a área e Bruno Silva completou para fazer 1 a 0 e definir o resultado do confronto. 

Agenda

Na próxima quarta-feira (12), o Botafogo recebe o Inter no estádio Luso-Brasileiro, às 21h45. Já o Figueirense, no mesmo dia, às 19h30, visita o Coritiba no Couto Pereira.

FIGUEIRENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: domingo, dia 9 de outubro de 2016

Público Pagante: 12.325

Renda: R$ 172.555, 00

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Bruno Raphael Pires e Fabiano da Silva Ramires (ambos de GO)

Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso (Botafogo) e Josa (Figueirense)

Gol: Bruno Silva, aos 46 minutos do segundo tempo. 

Figueirense: Gatito  Fernandez, Ayrton, Werley, Bruno Alves e Pará; Josa, Elvis (Everton Santos), Renato (Ortega) e Dodô; Lins (Rafael Silva) e Rafael Moura.
Técnico: Marquinhos Santos

Botafogo: Sidão; Emerson, Joel Carli, Alemão e Victor Luís; Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Bruno Silva, Camilo e Airton; Neilton (Rodrigo Pimpão) e Vinícius (Sassá).
Técnico: Jair Ventura
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos