Não era nem para ele viajar, diz técnico do Botafogo sobre autor do gol

Do UOL, em São Paulo

O técnico Jair Ventura revelou que o volante Bruno Silva, autor do gol na vitória por 1 a 0 sobre o Figueirense, neste domingo (9), em Florianópolis, quase não viajou para a capital catarinense. Silva deu a vitória ao time carioca ao marcar nos acréscimos.

"O que o Bruno corre é brincadeira. Acho que vocês [jornalistas] não sabiam, mas não era nem para ele viajar porque estava com um incômodo. Ele disse para mim: 'Professor, não vai dar'. Eu disse para ele viajar e fazer o teste antes do jogo, como já fizemos com o Neilton e com o Camilo. Fez o teste, sentiu-se bem e ainda fez o gol contra uma equipe que jogou muito bem", afirmou Ventura após a partida válida pela 29ª rodada do Brasileiro.

Sobre Neilton, que saiu irritado no segundo tempo para a entrada de Rodrigo Pimpão, o treinador minimizou a reação do atacante.

"Neilton quer jogar. Todo mundo quer jogar. Mas, no meu esquema, os atacantes são bastante exigidos. Tenho que pensar no Botafogo e precisava dar força ofensiva à equipe. Aconteceu o que esperava. As alterações surtiram efeito", ponderou.

"Na jogada do gol, o Dudu Cearense deu um passe longo e o Rodrigo Pimpão cruzou para o Bruno na área. Quase todos que entraram no decorrer da partida participaram do lance. O atleta tem a vaidade de querer ser titular, mas ele pode ser decisivo entrando no jogo também, como foi hoje", continuou.

Ventura ainda disse que o mérito da vitória foi de todo o grupo. "Nas derrotas, nunca responsabilizei apenas uma pessoa. Na vitória é a mesma coisa. Todos venceram", finalizou.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos