Chapecoense vence 1ª após 4 jogos e complica Sport na despedida de Oswaldo

Do UOL, em São Paulo

A Chapecoense encerrou uma incômoda série de quatro jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro ao derrotar na manhã desta quarta-feira (12) o Sport na Arena Condá, em confronto válido pela 30ª rodada da competição. Os catarinenses venceram a partida de despedida de Oswaldo de Oliveira no comando do clube pernambucano por 3 a 0, com gols de William Thiego, Ananias e Kempes.

O resultado leva a Chapecoense à décima colocação do Brasileirão, com 41 pontos, e tranquiliza os catarinenses em relação às chances de rebaixamento, já que a distância para o Internacional aumentou para oito pontos. O Sport, por outro lado, fica com 34 pontos e pode ser ultrapassado pelos gaúchos no complemento da rodada.

Oswaldo manda time para cima em despedida do Sport

"Estou aqui para jogar o jogo do Sport no Campeonato Brasileiro, não estou pensando nisso não." Com estas palavras ao microfone do canal Premiere, o técnico Oswaldo de Oliveira mostrou seu objetivo nesta quarta-feira, dia seguinte ao Sport anunciar que ele deixaria o clube pernambucano. O técnico mandou a campo uma equipe ofensiva, que atacou mais e teve a bola no primeiro tempo – mesmo jogando fora de casa. Após levar o primeiro gol, no entanto, o time se desestruturou e deixou a Chapecoense crescer e construir a vitória tranquila.

O jogo da Chapecoense: cautela diante de torcida

Um ponto mais próximo da zona de rebaixamento do que do G-6, a Chapecoense necessitava da vitória para espantar qualquer preocupação no Brasileiro. Apesar disso, a equipe treinada por Caio Júnior optou por uma postura mais conservadora, preferindo contragolpes a jogadas trabalhadas mesmo jogando diante do seu torcedor. O primeiro gol veio na bola parada, com William Thiego após cobrança de escanteio de Cleber Santana no finzinho da etapa inicial.

Mais solto depois de abrir o placar, o time da casa partiu para cima do Sport após o intervalo com eficiência, ampliando aos 11min com Ananias, que se antecipou à marcação e desviou cruzamento de Alan Ruschel para as redes. Kempes definiu o marcador aos 44min, quando a Chapecoense tinha um homem a mais em campo.

A partida do Sport: erros na defesa minam ataque forte

Oswaldo de Oliveira colocou seu time para frente na Arena Condá, atitude que deu resultado. Os pernambucanos trabalharam bem as jogadas de frente e criaram boas chances contra o gol de Danilo, porém pecaram na retaguarda no início de jogadas, tomando contragolpes perigosos, e também marcando mal em lances de bola parada, como o que resultou no gol da Chapecoense no primeiro tempo.

Com a saída de Diego Souza no segundo tempo, o Sport teve uma queda sensível de rendimento e sofreu o segundo gol em nova falha defensiva, dessa vez de Rodney Wallace. O clube pernambucano ainda perdeu Gabriel Xavier na etapa complementar, após o meia acertar o zagueiro Neto com uma cotovelada na entrada da área. Perto do apito final, Kempes fechou o placar.

Ficha técnica

Chapecoense 3 x 0 Sport

Data: 12/10/2016
Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Hora: 11h00 (de Brasília)
Gols: William Thiego, 44' do primeiro tempo, Ananias, 11', Kempes, 45', do segundo tempo (Chapecoense)

Chapecoense: Danilo, Gimenez, Neto, William Thiego, Dener, Biteco, Sérgio Manoel, Cleber Santana (Lucas Gomes), Alan Ruschel (Arthur Maia), Kempes e Ananias (Hyoran). Técnico: Caio Júnior.

Sport: Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodney Wallace; Rithely, Paulo Roberto, Gabriel Xavier, Diego Souza (Vinicius Araújo) e Everton Felipe (Apodi); Rogério (Edmilson). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos