Em clássico polêmico, Fla vence Flu e volta a colar no Palmeiras

Bernardo Gentile e Vinicius Castro

Do UOL, em Volta Redonda

Em grande clássico com direito a gols polêmicos, muita reclamação dos jogadores e ritmo intenso, o Flamengo venceu o Fluminense por 2 a 1 nesta quinta-feira (13), em Volta Redonda, pela 30ª rodada do Brasileirão. Com a vitória, o rubro-negro fica a um ponto do líder Palmeiras - que empatou com o Cruzeiro também nesta quinta.

Agora, o Flamengo soma 60 pontos, contra 61 do Palmeiras a oito jogos do fim do campeonato. Os gols da vitória do rubro-negro foram marcados por Leandro Damião e Fernandinho; Marcos Júnior descontou para os tricolores.

O clássico em Volta Redonda ficou marcado por uma grande confusão no fim do jogo, quando o Fluminense chegou ao empate no finzinho, mas teve gol anulado por impedimento. O bandeirinha marcou a irregularidade, mas o árbitro Sandro Meira Ricci confirmou o tento, à priori .

Após muita confusão, oito minutos de paralisação e diversas pessoas no gramado, Meira Ricci confirmou a marcação do assistente e anulou o que seria o gol de empate do Fluminense. 

O melhor: Réver

Embora Fernandinho mereça menção honrosa pelo gol decisivo e Willian Arão pela boa partida, o melhor jogador em campo foi Réver. O zagueiro teve noite perfeita em Volta Redonda e colecionou intervenções importantes no clássico. 

O pior: Wellington Silva

O zagueiro do Fluminense foi infeliz no lance que acabou por decidir o Fla-Flu. Wellington Silva furou a bola e deixou Fernandinho livre para fazer 2 a 1 para o Flamengo.

Flamengo é melhor no primeiro tempo

Gilvan de Souza/Flamengo

Os torcedores em Volta Redondo viram um ótimo Fla-Flu no primeiro tempo. O rubro-negro começou melhor, mais organizado e dominando a posse de bola. Com mais volume de jogo, o Flamengo abriu o placar após cruzamento venenoso de Diego. Willian Matheus e Damião dividiram no alto, e a bola esbarrou no braço de Henrique antes de entrar. Os jogadores do Fluminense reclamaram muito no lance, pedindo falta de Réver no goleiro Júlio César.

O tricolor melhorou após sair atrás no placar, à medida que o Flamengo assumiu a estratégia do contra-ataque. O Fluminense omeçou a tocar melhor a bola, com mais paciência para construir as jogadas. Assim, acuou o rival no fim do primeiro, assumiu o controle da partida e só não chegou à igualdade pelo excesso de erros, tanto de passes como de finalizações, no terço final do campo.

Etapa final fica marcada por confusão

Arbitragem anula gol do Fluminense e gera confusão

A superioridade do Fluminense no fim da etapa final se converteu em gol no primeiro minuto do segundo tempo. Após cruzamento, Cícero ajeitou de cabeça e Marcos Júnior só empurrar para empatar. Quando parecia que acusava o golpe, porém, o Flamengo contou com um vacilo da zaga tricolor para voltar a ficar à frente. Aos 12 minutos, Wellington Silva falhou feio e a bola sobrou livre na pequena área para Fernandinho, que só descolou Júlio César com categoria.

Então veio o lance que ficará marcado na partida. Após cruzamento em bola parada, Henrique venceu Muralha e empatou para o Fluminense. O assistente deu impedimento do zagueiro, e Sandro Meira Ricci o seguiu na marcação, mas logo voltou atrás validando o tento tricolor. O banco de reservas do Flamengo foi à loucura, invadiu o gramado e iniciou-se a confusão. Após oito minutos de paralisação, e muita reclamação e bate-boca geral, o árbitro seguiu a marcação inicial do bandeirinha e invalidou o gol. 

Rubro-negros ofuscam tricolores

Vinicius Castro/UOL

Mesmo sendo mandante do clássico desta quinta, o Fluminense contou com menos apoio que o Flamengo do seu torcedor nas arquibancadas do Raulino de Oliveira. Os flamenguistas lotaram o setor destinado aos rubro-negros em Volta Redonda, à medida que os tricolores encheram apenas parcialmente a outra metade do estádio. Vale lembrar que a carga de ingressos foi dividida entre os dois clubes.

Torcedores brigam durante ação de marketing

Reprodução/Premiere

Dois torcedores foram detidos PM após brigarem no intervalo do clássico. Em uma ação de marketing dos clubes, fãs de Flamengo e Fluminense foram convidados a duelar nas cobranças de pênalti. Após balançar as redes, um rubro-negro se voltou à torcida tricolor e mandou a torcida calar a bola, com o dedo indicador em riste sobre os lábios. Um dos torcedores do Fluminense não gostou da atitude e partiu para cima do rival, empurrando-o no gramado. Os dois começaram a brigar e foram detidos pela PM. 

Tabu do Fluminense em Volta Redonda

Gilvan de Souza/Flamengo

Fluminense nunca venceu o Flamengo em Volta Redonda. Com o revés desta quinta, o tricolor soma duas derrotas e dois empates em quatro partidas contra o arquirrival na Cidade do Aço. 

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 13 de outubro de 2016 (quinta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
Gols: Leandro Damião, aos 11 minutos do 1º tempo; Marcos Júnior, a 1 minuto, e Fernandinho, aos 8 minutos do 2º tempo

FLUMINENSE: Júlio César; Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre, Cícero, Gustavo Scarpa e Richarlison; Wellington e Marcos Junior
Técnico: Levir Culpi

FLAMENGO: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick, Diego e Fernandinho; Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos