Cruzeiro segura Palmeiras em Araraquara, e Fla cola na briga pela liderança

Do UOL, em São Paulo (SP)

A oito rodadas do final do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras vê a liderança ameaçada. Na noite desta quinta-feira, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, a equipe alviverde ficou no empate sem gols (0 a 0) com o Cruzeiro, em duelo pela 30ª rodada, e volta a tropeçar depois de quatro partidas embalado por triunfos consecutivos.

O resultado de igualdade como mandante, no entanto, não tira o Palmeiras da liderança da competição. A equipe comandada por Cuca, agora invicta há 13 jogos na Série A, chegou aos 61 pontos, um a mais do que o Flamengo, que venceu o clássico contra o Fluminense (2 a 1) e alcançou os 60.

Enquanto o clube alviverde freia a sequência positiva na luta pelo título, o Cruzeiro encaminha mais um passo para evitar a pressão da luta contra o rebaixamento. O time de Mano Menezes chegou aos 37 pontos e abriu quatro em relação ao Inter, a primeira equipe na degola.

As duas equipes agora contarão com apenas dois dias de preparação antes de retornarem a campo pela 31ª rodada da competição. No domingo, a partir das 17h (de Brasília), o líder Palmeiras encara o Figueirense, em Florianópolis. Na mesma data e horário, o Cruzeiro recebe a Chapecoense no Mineirão.

Quem foi bem: Henrique

O capitão cruzeirense se destacou em uma boa atuação do Cruzeiro fora de casa, especialmente no segundo tempo, quando o clube mineiro controlou o ritmo e chegou a dominar o líder. Henrique corrigiu o posicionamento, minou o jogo de Tchê Tchê e ainda se mostrou como opção no ataque.

Quem foi mal: Gabriel Jesus

Aprovado nos testes físicos antes da partida, Gabriel Jesus encarou a maratona de dois jogos em três dias, mas sentiu o ritmo na noite desta quinta-feira. O centroavante palmeirense acabou neutralizado pela forte marcação e cansou na etapa final. Quando teve a chance de balançar as redes, no início do jogo, desperdiçou.

Robinho quase faz valer a 'lei do ex'

Robinho, enfim, reencontrou o Palmeiras depois de deixar a equipe alviverde no meio desta temporada. O meio-campista por pouco não estragou a noite de quem o apoiava até junho deste ano. Depois de aplicar um belo chapéu no goleiro Jailson, o camisa 19 se atrapalhou na finalização e viu Zé Roberto, com o peito no grama, evitar o gol cruzeirense.

Palmeiras cai de rendimento

Se realizou um primeiro tempo de bom nível, especialmente nos minutos iniciais, o líder Palmeiras caiu muito de rendimento na etapa complementar. Após o Cruzeiro acertar a marcação, o time alviverde insistiu muito nas jogadas pelo centro com Gabriel Jesus, que, bem marcado, viveu uma noite muito discreta em Araraquara.

Cruzeiro cresce após pressão

Mesmo fora do Allianz Parque, o Cruzeiro sofreu com a pressão do Palmeiras e apresentou falhas nas marcações pelas laterais durante a metade inicial do primeiro tempo. Aos poucos, no entanto, corrigiu os erros e cresceu ofensivamente em Araraquara.

Cuca aposta em 'carrapato'

O fator casa não impediu Cuca de reforçar a marcação no setor de meio-campo para o duelo desta quinta-feira. Para beneficiar o jogo da dupla Tchê Tchê e Moisés, o técnico escalou Thiago Santos, devidamente posicionado para proteger Vitor Hugo e Edu Dracena da velocidade e versatilidade cruzeirense.

Célio Messias / Light Press / Cruzeiro

Mano Menezes corrige marcação

O Cruzeiro precisou do trabalho de Mano Menezes para resistir ao Palmeiras em Araraquara. A liberdade encontrada por Moisés e Tchê Tchê durou pouco; ainda na primeira etapa, o treinador corrigiu a marcação no meio e fez o time mineiro crescer em campo. No segundo tempo, os visitantes, inclusive, dominaram a partida.

Freio cruzeirense

A atuação em alto nível do visitante no segundo tempo serviu para frear o embalo do Palmeiras nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Depois de quatro vitórias consecutivas, o clube de Palestra Itália volta a tropeçar na competição; a liderança, no entanto, segue no colo de Cuca e companhia.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data: 13 de outubro de 2016, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA-Fifa) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Gabriel Jesus (Palmeiras); Ezequiel, Ramon Ábila, Henrique, Bryan (Cruzeiro)

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés (Alecsandro); Róger Guedes (Rafael Marques), Dudu (Cleiton Xavier) e Gabriel Jesus
Técnico: Cuca

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Léo, Bruno Rodrigo e Bryan; Lucas Romero, Henrique, Robinho (Arrascaeta) e Rafinha; Rafael Sóbis (Ariel Cabral) e Ramon Ábila (Willian)
Técnico: Mano Menezes

Quer receber notícias do Palmeiras e do Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos