Capitão do Inter lamenta briga, mas garante foco: "Não tem interferência"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Marinho Saldanha/UOL

    Alex lamentou a briga entre Anderson e William, na última sexta-feira

    Alex lamentou a briga entre Anderson e William, na última sexta-feira

O meia Alex se manifestou sobre a briga entre Anderson e William no treinamento de sexta-feira no Internacional. Segundo ele, não há qualquer influência do ocorrido na partida contra o Flamengo, domingo. 

"Eu garanto que não terá interferência como não teve em outros momentos. É uma situação isolada, em momento humano acaba acontecendo. Não vi ao vivo, estava conversando fora do campo com Fernando Carvalho. Não falamos com William, o Anderson saiu separado das coisas para se acalmar. Mas ao mesmo tempo, não é legal de acontecer, mas acaba sendo pior para eles. Não resolve nada, é uma situação de momento, humanamente compreensível mas o foco é o Flamengo, não vai alterar em nada nosso estado anímico", explicou o armador. 
 
Anderson acertou um soco em William no trabalho de sexta-feira. O lateral tentou revidar mas foi contido. Acabou quebrando um dente com a força do golpe. Enquanto isso, a direção do Internacional postergou punição a ambos para segunda-feira. 
 
"Qualquer debilidade emocional é compreensível. Mas convivemos com muita gente de personalidade diferente. Pode ser que se choque, é da cada um. Pode bater boca, mas vias de fato é complicado. Já vivi momentos em que depois disso, no vestiário todos estão dando risada. O sangue ferve e não dá para pensar no que é mais ou menos certo. Tenho certeza que irão repensar e acaba servindo de exemplo para tomar cuidado. No momento emocionalmente difícil temos que tomar cuidado com o que falar para o companheiro", completou. 
 
"O momento é tenso, lógico, vai seguir até o momento para sair disso. Não adianta dizer que estamos tranquilos. Tranquilo não me serve, tem que estar ligado. Nervos a flor da pele, tem que estar ligado, a disposição, não vai influenciar no jogo. Lamentamos por eles, pessoas que tem família, e damos suporte. Qualquer ser humano pode cometer este tipo de situação. Mas a tensão que temos há um longo tempo, estamos amadurecendo e bem preparados para o jogo", finalizou Alex. 
 

Treino com presença de presidente

Antes da coletiva, um trabalho recreativo contou com a presença do presidente Vitório Píffero. Mas foi o vice de futebol que se manifestou oficialmente, dizendo que o foco está mantido e que ambos serão punidos após debate na segunda-feira. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos