Romero quebra marca de Guerrero e Corinthians vence em reestreia de Oswaldo

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians voltou a vencer em seu estádio após 38 dias. Na reestreia do técnico Oswaldo de Oliveira, o clube derrotou o lanterna América-MG por 2 a 0, na Arena em Itaquera, em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Romero, que ultrapassou Guerrero e se tornou o maior artilheiro da casa corintiana, e Rodriguinho.

Com o resultado, a equipe alvinegra chegou aos 48 pontos e igualou a pontuação do Atlético-PR – último time do G-6, grupo dos classificados à Libertadores de 2017. No entanto, os dois clubes podem ser ultrapassados pelo Fluminense, que joga contra o São Paulo, no Rio, nesta segunda-feira (17). Já o América-MG permanece na última colocação da competição com apenas 21 pontos ganhos.

Recorde de Romero e retorno de Oswaldo

Ao balançar as redes adversárias aos 16 minutos da primeira etapa, Romero, o melhor jogador do duelo, chegou aos 16 gols em Itaquera e deixou Guerrero para trás. O peruano, atualmente no Flamengo, marcou 15 vezes no estádio - todas com a camisa do Corinthians. 

A partida também marcou o retorno do técnico Oswaldo de Oliveira ao Corinthians. Esta é a terceira passagem do treinador pelo clube, por qual foi campeão paulista, brasileiro e mundial nos anos 1999 e 2000. No entanto, pela equipe alvinegra, ele também quase foi rebaixado para a Segunda Divisão do Estadual em 2004.

Corinthians não deixa América-MG respirar

Atuando em casa e enfrentando o lanterna da competição, o Corinthians quase marcou o primeiro gol logo no início da partida.

Aos 4 minutos, Guilherme recebeu um bom passe de Romero, ficou cara a cara com João Ricardo e chutou para fora. Nove minutos depois, foi a vez de Giovanni Augusto assustar a defesa rival com um chute cruzado, espalmado pelo goleiro do América-MG.

Romero marca e quebra marca de Guerrero

Na sequência, Romero chegou a marcar de cabeça, mas o trio de arbitragem assinalou, corretamente, o impedimento do camisa 11 corintiano.

Só que aos 16 minutos, não teve jeito. O paraguaio recebeu no meio da área, totalmente livre, e só teve o trabalho de empurrar para a meta vazia. Corinthians 1 a 0. Com o gol, ele ultrapassou Guerrero e se tornou o maior artilheiro da Arena em Itaquera com 16 gols.

América-MG mal consegue passar do meio de campo

Aos 28 minutos, Romero, em noite inspirada, acionou Giovanni Augusto na ponta direita. O meia tentou cruzar na pequena área, mas a zaga do time mineiro afastou o perigo.

Rodriguinho amplia a vantagem e Walter evita gol do América-MG

Dez minutos depois, Guilherme recebeu na esquerda do ataque e cruzou na medida para Rodriguinho pegar de primeira, sem chances para o goleiro João Ricardo: 2 a 0.

Só que antes de acabar a etapa inicial, após uma cobrança de falta na área corintiana, a bola sobrou para Tony. O meia do América-MG chutou firme para a boa intervenção do goleiro Walter. A jogada assustou os torcedores na Arena.

Corinthians diminui o ritmo na segunda etapa

Os mandantes até chegaram a fazer uma bela jogada, anulada por impedimento pelo trio de arbitragem, no início do segundo tempo. Mas quem chegou perigosamente foi o América-MG.

Aos 9 minutos, Gilson invadiu a área, recebeu uma carga de Fagner, caiu e pediu pênalti. O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva nada assinalou.

Guilherme dá outro belo passe, mas jogada é paralisada

Escalado como centroavante, mas atuando com bastante liberdade, Guilherme deu as duas assistências para os gols corintianos feitos no primeiro tempo.

Na etapa final, ele serviu Romero com maestria, porém o paraguaio estava impedido e o lance foi paralisado pela arbitragem.

Walter salva o Corinthians mais uma vez

O meia Tony, dos visitantes, arriscou de fora da área com muito perigo. Walter, que foi bancado por Oswaldo neste domingo mesmo com a recuperação de Cássio, fez uma excelente defesa. Reconhecendo o trabalho do goleiro corintiano, Tony o cumprimentou.

Oswaldo mexe no setor ofensivo

Depois dos 20 minutos do segundo tempo, a partida teve uma queda de ritmo. Oswaldo, que já tinha colocado Rildo no lugar de Marlone, aproveitou para trocar Guilherme por Lucca. O camisa 10 saiu aplaudido pelos quase 26 mil torcedores que foram ao estádio na zona leste da capital paulista. O técnico ainda tirou Giovanni Augusto para a entrada de Marciel, modificando o meio de campo. Com a vantagem de dois gols, os mandantes administraram o resultado até o apito final. 

Agenda

Antes de enfrentar o Flamengo no domingo (23), fora de casa, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians visita o Cruzeiro, no Mineirão, na quarta-feira (19), pela volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, em Itaquera, a equipe paulista venceu o adversário por 2 a 1.  Já o América-MG recebe o Atlético-PR na segunda (24), em duelo válido pelo Nacional.

CORINTHIANS 2 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Data: domingo, dia 16 de outubro
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Público: 25. 741 pagantes
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias (PA) e Hélcio Araújo Neves (PA)
Gols: Romero, aos 16 minutos do primeiro tempo, e Rodriguinho, aos 38 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Giovanni Augusto e Pedro Henrique (Corinthians); Tony (América-MG)

CORINTHIANS:  Walter; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Willians, Rodriguinho, Giovanni Augusto (Marciel), Romero e Marlone (Rildo); Guilherme (Lucca).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Jonas, Éder Lima, Messias e Gilson (Savio); Leandro Guerreiro, Juninho (Christian), Ernandes e Tony; Nixon (Danilo) e Osman.
Técnico: Enderson Moreira

Quer receber notícias do América-MG e do Corinthians de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos