Dinheiro, vaga na Libertadores e começo de 2017 sem pressão. O valor do G3

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Atlético-MG/Divulgação

    Atlético-MG mira o G-3 do Campeonato Brasileiro

    Atlético-MG mira o G-3 do Campeonato Brasileiro

Com remotas chances de brigar com o Palmeiras pelo título nacional, o Atlético-MG muda o foco na sequência do Campeonato Brasileiro por um objetivo muito importante: terminar entre os três primeiros colocados. Embora a competição classifique os seis melhores para a Copa Libertadores de 2017, terminar entre os três primeiros colocados tem peso diferente, tanto em campo, quanto financeiramente.

Considerando as premiações pagas pela CBF de acordo com a colocação final no Brasileirão do ano passado, a diferença entre o terceiro e o quarto lugares é de R$ 1,1 milhão. Foram R$ 4,3 milhões para o Grêmio, que ficou na terceira colocação, enquanto o São Paulo, o quarto, recebeu R$ 3,2 milhões como prêmio.

Quantia que pode ser ainda maior se o Atlético buscar pelo menos a segunda colocação. Antes da 31ª rodada, a diferença para o Flamengo, atual vice-líder, é de somente um ponto, por decisão do STJD, pois a vitória sobre o Fluminense está suspensa até julgamento do pedido de anulação da partida. Vice-campeão em 2015, o Atlético recebeu R$ 6,2 milhões.

Outro ponto importante em terminar entre os três primeiros colocados do Brasileirão é a vaga direta na fase de grupo da Copa Libertadores. Com o novo formado do torneio continental, é preciso passar por duas fases de mata-mata até chegar aos grupos. Evitar pressão logo nas primeiras semanas do ano e ainda ser cabeça de chave pode fazer diferença na sequência da própria Libertadores e até mesmo da temporada.

Nesse quesito, o Atlético também tem outro caminho para chegar direto à fase de grupos da competição continental. O clube mineiro está classificado à semifinal da Copa do Brasil. Em caso de título, já teria presença certa entre os 32 clubes que vão disputar a fase de grupos, sem depender do Brasileirão.

Portanto, para que os jogadores tenham férias mais tranquilas e uma pré-temporada sem o risco de eliminação da Libertadores já em fevereiro, o Atlético promete usar força máxima nas duas frentes. Seja no Brasileirão ou na Copa do Brasil, é hora de o time dar aquele algo a mais neste final de 2016, para que o começo de 2017 seja muito bom.

"Agora é hora do sacrifício mesmo, de todo mundo se dedicar ao máximo. Não vamos ter muito tempo para respirar fora da Cidade do Galo. É treinar, descansar, jogar e focar. São poucos jogos que faltam, é um mês e pouco para entrar de férias. Então, vale a pena esse sacrifício para ter uma conquista", disse o lateral esquerdo Fábio Santos.

Quer receber notícias do Atlético-MG de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos