Atlético-MG vence e pode tomar vice-liderança do Flamengo na próxima rodada

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Com o triunfo por 3 a 0 sobre o Figueirense, com gols de Otero, Júnior Urso e Fred, o Atlético-MG manteve a terceira colocação do Campeonato Brasileira pela 11ª rodada consecutiva. Mas na próxima semana, a equipe mineira pode subir uma posição, já que está dois pontos atrás do Flamengo e recebe a equipe rubro-negra, em Belo Horizonte.

Se a vaga na próxima Copa Libertadores está cada vez mais próxima, ainda que não seja de forma direta, o título segue como um sonho bastante distante. A diferença para o Palmeiras permanece em oito pontos, mas com uma rodada a menos para ser disputada. Mesmo com o confronto direto em BH, na 35ª rodada, o Atlético segue precisando e muita da ajuda de outras equipes para tentar encostar no líder.

Victor foi herói na quarta e também no domingo

O Atlético está na semifinal da Copa do Brasil por ter um grande goleiro. Victor defendeu duas penalidades na disputa com o Juventude. Herói na quarta-feira, o camisa 1 alvinegro voltou a ser o grande nome do time no domingo. Apesar de ser um jogo de uma equipe que ainda sonha com o título contra um time que está muito perto do rebaixamento, o Atlético sofreu bastante enfrentando o Figueirense. A equipe de Santa Catarina só não marcou gols por parar em Victor, que vive outro grande momento.

Expulsão de Werley esfria o Figueirense no Horto

Revelado pelo Atlético, Werley saiu da Cidade do Galo sem deixar muitas saudades na torcida atleticana. E jogar em Belo Horizonte parece mexer com o zagueiro, que no ano passado, pelo Santos, fez um gol contra. Já em 2016, Werley foi expulso e prejudicou bastante o Figueirense. O cartão vermelho aconteceu aos 26 minutos do segundo tempo, quando a equipe catarinense criava as melhores oportunidades do jogo e ainda sofreu mais dois gols. Depois do vermelho, o Figueirense não chegou mais. Werley foi expulso por acertar o braço no rosto de Fred. O primeiro amarelo, na etapa final, foi por reclamação.

Robinho e Fábio Santos preservados para a Copa do Brasil

Com o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil já nesta quarta-feira e com uma sequência grande de jogos, o técnico Marcelo Oliveira entendeu que era o momento de poupar dois importantes titulares. Assim, o lateral esquerdo Fábio Santos e o atacante Robinho ficaram no banco de reservas no jogo com o Figueirense. Outro motivo que pesou na decisão de Marcelo Oliveira foi o fato de ambos estarem pendurados e a rodada seguinte ser contra o Flamengo. Mas Fábio Santos e Robinho entraram durante o segundo tempo, para garantir a importante vitória sobre o Figueirense.

Rafael Silva simula pênalti e leva bronca de Victor

Aos 30 minutos do primeiro tempo o Figueirense teve uma das boas oportunidades que criou diante do Atlético. Mas o atacante da equipe catarinense errou a tentativa de drible no goleiro Victor e se jogou, tentando cavar o pênalti. Corretamente, o juiz Grazianni Maciel Rocha nada marcou. Victor levantou pagando geral para o atacante do Figueirense, que respondeu, gerando um pequeno bate-boca dentro da área.

Otero finalmente marca o primeiro gol de falta

Assim que o Atlético anunciou a contratação de Otero, em julho, logo gerou a expectativa pela chegada de um grande cobrador de faltas. Nos vídeos do jogador disponíveis na internet, o grande destaque era nos lances de bola parada. Após tanto tentar, Otero finalmente fez o primeiro gol de falta com a camisa atleticana. Mas o gol diante do Figueirense foi o segundo dele pelo clube. Otero fez um dos gols na derrota para o Fluminense.

Atlético supera própria marca e iguala recorde do Santos

Ponte Preta, Corinthians, Botafogo, Coritiba, Santa Cruz, Chapecoense, Atlético-PR, Vitória, Sport, Internacional, América-MG e agora o Figueirense. Esses foram os 12 times derrotados pelo Atlético em sequência nos jogos como mandante. Com essa marca o clube mineiro bateu a própria marca na história do Campeonato Brasileiro, estabelecida em 1977, com 11 triunfos seguidos como mandante. Com o número alcançado diante do Figueirense, o Atlético iguala o Santos, que em 2005 também venceu 12 vezes consecutivas em casa, o recorde da competição na era dos pontos corridos.

 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 3 X 0 FIGUEIRENSE

Data: 23/10/2016 (domingo)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: 32ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Público: 14.615 pagantes
Renda: R$ 247.750,00
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Cartões amarelos: Otero e Clayton (CAM) Josa, Jackson Caucaia e Marquinhos (FIG)
Cartão vermelho: Werley e Josa (FIG)
Gols: Otero aos 15 min do primeiro tempo; Júnior Urso aos 42 min e Fred aos 44 min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG
Victor, Carlos César, Erazo, Gabriel e Leonan (Fábio Santos, aos 19 d 2º); Leandro Donizete, Júnior Urso, Otero (Robinho, aos 37 do 2º) e Cazares; Clayton (Luan, aos 19 do 2º) e Fred.
Treinador: Marcelo Oliveira.

FIGUEIRENSE
Gatito Fernández, Ayrton, Marquinhos, Werley e Marquinhos Pedroso; Josa, Ferrugem, Jackson Caucaia (Élvis, aos 20 do 2º) e Bady (Everton Santos, aos 20 do 2º); Lins (Bruno Alves, aos 27 do 2º) e Rafael Silva.
Treinador: Marquinhos Santos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos