Dorival reconhece atuação ruim, mas ressalta: "poucos times ganharam aqui"

Do UOL, em São Paulo

O Santos sofreu para vencer a Chapecoense na noite deste domingo. Fez 1 a 0 após uma lambança do time catarinense e depois 'parou de jogar', transformando o goleiro Vanderlei no principal nome da partida. Em entrevista coletiva pós-jogo, Dorival Júnior reconheceu o 'sofrimento' da equipe, mas também destacou o outro lado da moeda: poucas equipes conseguiram vencer na Arena Condá – além do Santos, só Vitória, Flamengo e Corinthians.

"Foi um jogo difícil, complicado. Poucas equipes ganharam aqui, como poucas ganharam do Botafogo no Rio. Alcançamos uma recuperação em relação ao meio de semana, quando tivemos um dissabor [eliminação para o Internacional na Copa do Brasil]. Lá, jogamos com posse de bola e não conseguimos o resultado. Aqui, foi ao contrário e conseguimos o resultado importante para o campeonato", comemorou o treinador.

Dorival Júnior ainda analisou o desempenho do Santos dentro da partida e reconheceu a superioridade da Chapecoense, que finalizou 19 vezes e exigiu boas defesas de Vanderlei.

"A partir de um momento, não conseguimos mais ter a bola. Sofremos, sim, mas soubemos suportar, administrar. Tivemos a consciência de trabalhar a bola no campo defensivo. Naturalmente, tivemos dificuldades. O futebol é assim: quando não encontramos um caminho, temos de ir para o outro. De repente, as coisas se inverteram", completou.

Na cola do G-3, o Santos volta a campo no próximo sábado para encarar o Palmeiras em clássico que acontece na Vila Belmiro, às 19h30, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos