Com 2 de Guerrero, Fla empata com Corinthians e vê Palmeiras escapar

Do UOL, em São Paulo

Na reabertura do estádio do Maracanã após o fechamento para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o Flamengo empatou por 2 a 2 com o Corinthians e se afastou do líder Palmeiras na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. A partida, realizada na tarde deste domingo (23), foi válida pela 32ª rodada da competição nacional.

Com o resultado, a agremiação rubro-negra ficou com 61 pontos, um pouco distante da briga pelo título, já que o Palmeiras derrotou o Sport e abriu seis pontos de vantagem. Já os alvinegros agora somam 49 pontos e entraram na zona de classificação para a Copa Libertadores do ano que vem, na sexta posição.

Na próxima rodada, o time comandado pelo técnico Zé Ricardo enfrenta o Atlético-MG no próximo sábado, 29 de outubro, às 16h30 (de Brasília), na Arena Independência. Nas mesmas data e horário, o Corinthians recebe a Chapecoense em sua arena.

Quem foi bem: Guerrero faz jus à lei do ex deixa sua marca

O peruano, que já fez a alegria da torcida do Corinthians de 2012 a 2015, marcou dois gols neste domingo e recolocou o Flamengo na partida. O atacante também participou das principais jogadas dos donos da casa.

Quem foi mal: Guilherme é expulso e deixa Corinthians com um a menos

O atacante do Corinthians foi advertido com o segundo cartão amarelo por atrasar falta de Réver e, consequentemente, acabou expulso do jogo.

Lei do ex? Ainda não...

Aos cinco minutos do primeiro tempo, Mancuello finalizou, Walter espalmou e Paolo Guerrero mandou para o fundo das redes. Apesar disso, o peruano estava em condição irregular e o árbitro anulou o gol.

Corinthians responde e inaugura o placar do Maracanã

Logo após o susto com o gol anulado do ex-corintiano, Guilherme finalizou de fora da área, a bola acertou na trave direita e entrou nas redes, inaugurando o placar do Maracanã para a equipe paulista.

Agora sim, pode comemorar Guerrero

A partida seguiu movimentada. Aos 14 da etapa inicial, Diego cruzou e Guerrero tocou de cabeça para balançar o gol. O atacante, novamente, estava em posição de impedimento, mas, desta vez, o árbitro não assinalou.

Que jogada!

E o Corinthians foi para os vestiários com a vantagem no placar. Aos 46 minutos, Rodriguinho acionou Romero pela direita, o paraguaio cruzou, Guilherme tocou na bola e o dono do início da jogada completou para o fundo das redes.

Mais um do ex-Corinthians

Na volta para a etapa complementar, o Flamengo reagiu ao gol sofrido. Aos 13 minutos, Diego cobrou escanteio pela esquerda, Walter defendeu e Guerrero aproveitou o rebote para marcar seu segundo tento na partida.

É tudo ou nada

Depois de ficar com um jogador a mais em campo aos 31 minutos da etapa complementar, o técnico Zé Ricardo decidiu ir para o tudo ou nada e colocou mais um atacante em campo: Willian Arão deu lugar a Leandro Damião.

Confusão em campo também

Se não bastasse a confusão armada pela torcida antes do apito inicial, aos 26 minutos do primeiro tempo a desordem rolou solta dentro de campo também. O goleiro Walter tentou fazer a reposição, mas Guerrero e Sheik impediram. Na sequência do lance, o peruano discutiu com Vilson e o árbitro precisou intervir.

Confusão antes da partida

Em um princípio de confusão entre as torcidas de Flamengo e Corinthians, um grupo de torcedores da equipe paulista entrou em confronto com a Polícia Militar. Um PM foi agredido e sete torcedores foram presos.

A volta ao Maracanã

Foram 322 dias de espera, mas o momento chegou. O Flamengo voltou para casa neste domingo (23) depois de se despedir na última rodada do Brasileirão de 2015. O Maracanã reabriu para o futebol em grande estilo após os Jogos Olímpicos Rio-2016 para o clássico entre cariocas e paulistas. 65 743 pessoas marcaram presença nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X CORINTHIANS
Local:
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Data: 23 de outubro, domingo
Hora: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Cartões Amarelos: Guilherme, Giovanni Augusto, Rodriguinho, Walter (Corinthians); Emerson Sheik, Réver (Flamengo)
Cartão vermelho: Guilherme (Corinthians)
Público e renda?65.743 sendo 54 250 pagantes
Gols: Corinthians – Guilherme, aos cinco minutos do primeiro tempo, Rodriguinho, aos 46 do primeiro tempo
Flamengo – Guerrero, aos 14 minutos do primeiro tempo e aos 13 do segundo tempo

FLAMENGO: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge (Chiquinho); Márcio Araújo, Willian Arão (Leandro Damião), Diego e Mancuello (Fernandinho); Emerson e Paolo Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Willians, Marquinhos Gabriel (Marlone), Giovanni Augusto (Camacho), Rodriguinho e Ángel Romero (Lucca); Guilherme.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos