Fred lembra do Flu em 2009 para o Atlético-MG seguir acreditando no título

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Em 2009, o Fluminense chegou a ter 99% de chances de ser rebaixado no Campeonato Brasileiro. Mas com uma grande arrancada na reta final, com sete empates e quatro vitórias nos últimos 11 jogos, o clube carioca permaneceu na Série A. Fred foi um dos protagonistas daquele feito. Sete anos depois, o atacante lembra do que aconteceu em 2009 para usar de inspiração para o Atlético-MG na busca pelo título nacional.

Oito pontos atrás do Palmeiras, o time mineiro entrou na 32ª rodada com apenas 2,8% de chances de ser campeão brasileiro em 2016. Apesar do bom resultado sobre o Figueirense, a busca pela primeira colocação segue bastante complicada para o Atlético. Autor do terceiro gol, Fred deixou o campo dizendo que acredita, assim como gritava a torcida nos momentos finais da partida.

"Enquanto tiver 1% de chance, vamos lutar até o final. Ao longo da minha carreira eu consegui algo que todo mundo dava como impossível, em 2009. Então, vamos continuar trabalhando até o final e, agora, temos um confronto direto com o Flamengo. Vamos trabalhar para isso (ser campeão). E no final ouvimos bem o grito da torcida, que ainda acredita", disse Fred, que ressaltou a importância de mais um triunfo no Brasileirão.

"Vitória importante, que nos coloca com chances de títulos. Vamos continuar acreditando até o final, batalhando. Estamos felizes, pois foi um jogo difícil, jogo truncado e de muita disputa de bola. Ainda bem que conseguimos vencer e fazer um placar elástico, que dá ainda mais méritos para a nossa equipe".

E na próxima rodada, um velho conhecido de Fred. O Atlético tem pela frente o Flamengo e com chance de voltar a ser o vice-líder, o que não acontece desde a 21ª rodada. Para bater o rival rubro-negro e subir na classificação, Fred aposta e muito na presença da torcida do Atlético, seja no Independência ou no Mineirão, já que o local da partida ainda não está confirmado.

"Jogo decisivo, grande jogo e que todo jogado gosta. A torcida do Atlético está acostumada e nos empurra nesses grandes jogos. Com certeza com a nossa casa lotada, com os ânimos até o teto para ganhar do Flamengo, mas sem esquecer que temos a copa do brasil no meio de semana", completou o atacante, que por ter atuado pelo Fluminense, não pode jogar o torneio nacional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos