Aylon critica Edílson após socos no Gre-Nal: "Foi infeliz e covarde"

Do UOL, em Porto Alegre

Um ato infeliz e covarde. Foi assim que Aylon definiu a ação de Edílson durante confusão no Gre-Nal 411, na Arena do Grêmio. Nesta segunda-feira (24), o atacante do Internacional criticou o lateral do rival por ter agredido Rodrigo Dourado na segunda etapa do clássico.

Aylon entrou no segundo tempo da partida e chegou a brincar com a presença na entrevista coletiva, no dia seguinte ao clássico.

"Pois é, me colocaram aqui justamente para dar uma amenizada nesse caso", disse pouco antes de opinar sobre o ocorrido.

Depois de falta marcada em Valdívia, Kannemann segurou a bola e Vitinho foi para cima na tentativa de pegar o item. Na sequência, um bolo de jogadores se formou. Edílson chegou depois e desferiu três socos em Rodrigo Dourado.

"Foi uma infelicidade do Edílson, ele foi infeliz e covarde. Dar três ou quatro socos em um cara de costas... Ele foi muito infeliz e creio que vá tomar uma suspensão. Mas bola para frente", comentou Aylon.

Minutos antes, do outro lado da cidade, Edílson também falou em coletiva. Afirmou ter dado os socos em revide a Vitinho e Dourado. E ainda descartou pedir desculpas ao jogador do Inter.

Quer receber notícias do Internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos