Vitória supera gol ilegal, arranca empate e deixa Flu na seca e fora do G6

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

A volta ao Maracanã não foi como o Fluminense esperava. O Vitória não desistiu arrancou empate nos minutos finais e complicou o rival na briga por uma vaga na Libertadores. Os baianos ainda tiveram que superar um gol irregular do adversário – falta que originou o pênalti, na verdade, ocorreu fora de área. Richarlison e Cícero marcaram para o Tricolor, enquanto Marcelo e Marinho deixaram tudo igual.

Com o resultado o Fluminense chega aos 48 pontos e se complica na briga por uma vaga na Libertadores. Isso porque os rivais direto ainda entrarão em campo neste sábado. O Tricolor, que se ganhasse tiraria o Corinthians da sexta posição, volta a campo no dia 6, quando visitará o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Com o empate, o Vitória permaneceu na 17ª colocação e ainda dentro da zona de rebaixamento. O time baiano volta a jogar no mesmo dia, em casa, contra o Atlético-PR.
 

Erro duplo em primeiro gol do Fluminense gera polêmica

O Fluminense perdia por 1 a 0 quando Richarlison recebeu livre e partiu em direção ao gol de Fernando Miguel. Atrasado, Victor Ramos puxou o atacante fora da área, e o árbitro Nielson Nogueira Dias errou duas vezes. Primeiro ele marcou pênalti mesmo quando o lance foi fora da área. Segundo porque o zagueiro do Vitória já tinha amarelo e deveria ter recebido o segundo e, consequentemente, o vermelho. O fato é que o gol deu início à reação do Tricolor.

Capita aplaudido em minuto de silêncio e filho ganha camisa do Flu

As homenagens a Carlos Alberto Torres, o Capitão do Tri, não param. Antes do jogo começar, os jogadores respeitaram um minuto de silêncio sob aplausos dos torcedores no Maracanã. No intervalo, o filho Alexandre Torres recebeu uma camisa tricolor com o número 4 no mesmo momento em que o telão do estádio passava lances d ex-jogador com a camisa da seleção brasileira.

Flu entrou em campo pressionado por duas marcas negativas

O Fluminense enfrentou dois jejuns na noite desta sexta. Já são quatro jogos em vencer no Brasileiro (três derrotas e um empate). Além disso, o Tricolor não sabe o que é vencer o Vitória: cinco jogos (três derrotas e dois empates) ou seis anos. O último triunfo aconteceu em 2010.

Em boa fase, Scarpa é um dos jogadores mais decisivos do Brasileiro

Assim como no basquete, Gustavo Scarpa está perto de atingir a dezena em dois quesitos: em gols e assistências. Ele já tem oito gols e oito assistências em 29 partidas realizadas no campeonato. Com dois gols e mais duas assistências até o fim da competição, o apoiador poderá atingir uma marca alcançada apenas por Jádson, meia do Corinthians em 2015, com 13 gols e 12 assistências.

FLUMINENSE 2 X 2 VITÓRIA

Data e hora: 28/10/2016, sexta-feira, às 19h30 (horário de Brasília)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Marcelino Castro de Nazare e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE)
Gols: Marcelo, aos 30min, Richarlison, aos 36min, e Cícero, aos 47min do primeiro tempo;
Cartões amarelo: Victor Ramos e Marcelo (VIT)  Pierre (FLU)

Fluminense
Júlio César; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni (Marquinho); Pierre, Douglas, Cícero e Scarpa; Wellington (Marcos Jr) e Richarlison (Magno Alves)
Técnico: Levir Culpi

Vitória
Fernando Miguel; Diego Renan, Kanu, Victor Ramos e Euller; Amaral (David), Willian Farias, Marcelo e Cárdenas (Sérginho); Marinho e Kieza
Técnico: Argel Fucks
 

Quer receber notícias do Fluminense e do Vitória de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos