Cruzeiro faz matemática e conta com vitória hoje para escapar da queda

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Gabriel Lordello/Light Press/Cruzeiro

    Após mais de 1/3 do campeonato presente no Z-4, risco de queda pode diminuir ainda mais

    Após mais de 1/3 do campeonato presente no Z-4, risco de queda pode diminuir ainda mais

Aos poucos, o final de ano vai se aproximando sem os sustos que o torcedor do Cruzeiro tanto temia. Ainda vivo na Copa do Brasil, apesar da derrota amarga na primeira semifinal, a equipe já não joga mais aquele futebol abaixo do esperado que apresentou no primeiro semestre, o que deu mais conforto e resultados mais positivos também no Brasileirão. Ao longo do campeonato, o clube flertou com a zona da degola e uma ameaça iminente de rebaixamento inédito, ficando entre os quatro últimos por 12 rodadas. Mas esse risco pode terminar neste final de semana. Por mais que a matemática ainda não permita, uma vitória diante do Atlético-PR poderá deixar o time bem próximo da pontuação considerada suficiente para permanecer na elite do futebol nacional.

Com uma eventual vitória na Arena da Baixada o Cruzeiro chegaria aos 44 pontos já considerados suficientes por muitos matemáticos para permanecer na elite. Matematicamente, a equipe ainda precisaria de mais uma ou duas vitórias no máximo para se garantir. Porém, vale lembrar que desde que o Brasileirão passou a ser disputado com 20 equipes, em 2006, o 17º colocado, ou seja, o primeiro a escapar do rebaixamento, só atingiu 45 pontos uma vez. Foi o Coritiba na temporada 2009. Nos outros anos, todos os clubes que escaparam da queda por uma só colocação fizeram entre 38 a 44 pontos.

A "folga" na tabela, no entanto, não é garantia de time completo e com força total contra o Atlético-PR. O motivo principal é a questão física. Por esta razão, o capitão Henrique ficará de fora mais uma vez, ausente com desgaste muscular. Com exceção de Robinho e Léo, suspensos, o restante do grupo viajou para a capital paranaense, mas não possuem presença garantida entre os onze atletas iniciais. Outra justificativa para um possível time alternativo é a segunda e decisiva partida contra o Grêmio, pela Copa do Brasil. Apesar da realidade complicada, o grupo não abriu mão do torneio e vai tentar uma reviravolta para continuar sonhando com o pentacampeonato do torneio.

Diferente do Cruzeiro, o Atlético-PR briga no pelotão de cima e está diretamente envolvido na luta por uma vaga no G-6. Melhor mandante do Brasileirão, com apenas uma derrota em casa, o Furacão tem sete pontos a mais que o time mineiro e não tem outro foco neste final de ano a não ser terminar a temporada com uma vaga para a Libertadores.

Quer receber notícias do Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ATLÉTICO-PR x CRUZEIRO

Motivo: 33ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 29/10/2016, às 16h30
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Marcia Bezerra Lopes Caetano (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Renan Lodi; Otávio e Matheus Rossetto (André Lima); Hernani, Lucho González e Lucas Fernandes; Pablo. Técnico: Paulo Autuori.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Manoel, Bruno Rodrigo e Bryan; Denílson, Bruno Ramires, Ariel Cabral e Arrascaeta; Alisson e Willian. Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos