"Fomos favorecidos, a rodada foi boa pra nós", celebra Cuca após derrota

José Edgar de Matos

Do UOL, em Santos

Cuca seguiu o discurso de seus jogadores e não mostrou abatimento pela derrota do Palmeiras para o Santos na noite deste sábado. O comandante preferiu até exaltar a boa rodada que fez o time seguir com uma boa vantagem: agora são cinco pontos para o vice-líder.

Antes do 1 a 0 para o time da Vila Belmiro, os palmeirenses assistiram ao empate por 2 a 2 entre Atlético-MG e Flamengo, dois times que brigam pelo título de forma direta.

"O resultado é natural, perder um clássico na casa do Santos, com torcida única. Precisa administrar uma derrota que faz parte do contexto. Por isso você precisa ter a cabeça fria, porque o campeonato não se define hoje nem para o bem nem para o mal. Faltam cinco jogos para o Campeonato e temos uma boa vantagem de cinco pontos. Nada a lamentar e domingo em casa, com a força do nosso torcedor, fazer um grande jogo e conseguir uma grande vitória", destacou.

"Não é vida fácil para ninguém. Nós temos que nos preocupar com a gente, a rodada foi boa. Como a rodada foi boa, você perdeu um ponto dos seis que você tinha, faltando cinco rodadas. Então nós fomos favorecidos pela rodada e temos de trabalhar bem", completou.

Cuca ainda disse trabalhar com a expectativa de ganhar três partidas para praticamente garantir o título. "As coisas estão bem encaminhadas. Você precisa vencer três e praticamente sair campeão, no máximo somar um ponto ali. As coisas estão bem encaminhadas. Precisa ter equilíbrio, não pode perder jogador". 

Cuca ainda analisou o desempenho coletivo do Palmeiras e disse ter gostado do que viu no primeiro tempo. Ele admitiu uma queda nos 45 minutos finais e dificuldade de furar a retranca da equipe da Vila após o primeiro gol.

Individualmente, o comandante ainda afirmou que não conseguiu achar um lugar para Gabriel Jesus atuar.

"Não acho que esteja criando pouco e te dou números. O Palmeiras tem o melhor ataque da competição e é o que finalizou mais que o Santos hoje. Não é de 30 finalizações o jogo. É pegado, duro. Algumas jogadas duras. Você teve mais situações do que o adversário e não acho que está criando pouco. Nós não conseguimos achar o espaço para o Jesus, nem direito, nem esquerda nem de centroavante. A importância dele aumenta ainda mais".

O Palmeiras joga contra o Internacional no próximo domingo, no Allianz Parque.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos