Inter fica com 10, cede empate ao Santa e perde chance de escapar da degola

Do UOL, em Porto Alegre

Em casa, contra o então lanterna do campeonato, com apoio da torcida, vindo de resultados bons no Brasileiro, abrindo o marcador com 7 minutos de jogo. Tudo indicava um jogo tranquilo para o Internacional. Não foi. O Colorado sofreu empate, ficou com 10 em campo e acabou ficando no 1 a 1 contra o Santa Cruz neste sábado (29). O placar evitou distanciamento da zona da degola e ao menos adiou o rebaixamento dos pernambucanos. 

Se perdesse, o Santa poderia estar matematicamente rebaixado já nesta rodada. Não aconteceu. Buscou o empate com gol de Léo Moura e por pouco não virou a partida. Com o ponto conquistado, deixou a lanterna novamente para o América-MG. Ambos têm 24 pontos. 
 
Já o Inter poderia ter aberto quatro pontos da zona de rebaixamento. Acabou ficando apenas dois distante do Vitória, primeiro na linha de queda. O Colorado soma 38 pontos contra 36 do Vitória. 
 
Dois pilares impediram a construção da vitória tranquila que se apresentava no início: 'salto alto' e Eduardo Henrique. Primeiro, ao ver que o rival mal conseguia chegar a seu gol e que já tinha vantagem, o time vermelho simplesmente parou de jogar. Chamou o oponente para seu campo e sofreu o gol quando ainda tinha 11 contra 11. Em seguida, ainda na primeira etapa, Eduardo Henrique, que já tinha amarelo, cometeu nova falta e foi expulso, privando o time de algo melhor. 
 

Tiago Cardoso segura o Inter e evita a derrota

O Internacional pressionou no segundo tempo. Mesmo com um a menos teve perto de três chances claras de gol. Em todas parou no goleiro Tiago Cardoso, que efetuou defesas brilhantes. 

Eduardo Henrique é expulso ainda no primeiro tempo

Eduardo Henrique destoou da tranquilidade que o Inter aparentemente tinha. Fez falta dura e recebeu amelo - o único do jogo até então - na metade da etapa inicial. E continuou o expediente de distúrbio. Aos 41 minutos cometeu nova falta dura e recebeu cartão vermelho. Deixou o time, que passava por problemas em campo, saiu vaiado e sequer recebeu cumprimentos do técnico Celso Roth. 
 

William vai se acostumando com o meio-campista

Lateral direito de origem, William está se acostumando a jogar no meio-campo. A improvisação feita por Celso Roth deixa o jogador mais no campo do adversário, apostando na velocidade e no poder de criação. Além disso, ele tem facilidade para conter avanços do lateral rival pelo poder de marcação. Neste sábado, foi ele quem começou a jogada do gol de Vitinho e ainda deu o cruzamento para o último toque do atacante. Porém ainda peca na conclusão. Perdeu uma chance clara de gol no segundo tempo. 
 

Inter acha que o jogo está resolvido, e sofre

O Inter abriu o placar cedo. E quando parecia que tinha tudo controlado, acreditou que venceria com alguma facilidade. Enganou-se. Ao cochilar no jogo, deu espaços para o Santa Cruz, que passou a crescer na partida. Até os 32 minutos, quando Léo Moura empatou o jogo. Em diante o time ficou nervoso e perdeu o impacto do feito inicial. Por pouco não levou gol em seguida, que seria a virada. 
 

Inter perde Vitinho e sofre ainda mais

Nada é tão ruim que não possa ficar pior. Vitinho precisou deixar o time do Inter no segundo tempo. Ao disputar uma bola, o jogador sentiu dores no posterior da coxa direita. Deu lugar a Valdívia aos 24 minutos. 

Celso Roth premia Anderson com nova chance

Anderson foi destaque do Inter na derrota para o Santos, quarta-feira. Neste sábado, ganhou nova chance, agora entrando durante a partida. Deu movimentação melhor que Alex no jogo, mas não foi o suficiente para um melhor resultado. 
 

Agenda

Na próxima rodada, o Internacional encara o Palmeiras, fora de casa, domingo às 17h (horário de Brasília). Já o Santa terá pela frente o América-MG no duelo dos dois últimos colocados. 
 
Quer receber notícias de Inter e Santa Cruz de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.
 
 
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 1 SANTA CRUZ
Data: 29/10/2016 (Sábado)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio 
Auxiliares: Fabrício Vilarinho e Fabiano Ramires
Renda: R$ 562.590,00
Público: 40.114 (total)
Cartões amarelos:  Eduardo Henrique  (INT), Fabinho (INT), William (INT);  Luan Peres (STA), João Paulo (STA);
Cartões vermelhos: Eduardo Henrique (INT)
Gols: Vitinho, do Inter, aos 7 minutos do primeiro tempo; Léo Moura, do Santa Cruz, aos 32 minutos do primeiro tempo; 
 
INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, Eduardo Sasha (Aylon), Alex (Anderson) e William; Vitinho (Valdívia). 
Técnico: Celso Roth
 
SANTA CRUZ
Thiago Cardoso; Vítor (Arthur), Luan Peres, Neris e Roberto; Jádson, Derley (Wellington Silva), João Paulo (Mazinho) e Léo Moura; Keno e Grafite. 
Técnico: Adriano Teixeira
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos