O que cada opção de Cuca acrescentaria ao Palmeiras na Vila Belmiro

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Cuca manteve o mistério sobre a escalação do Palmeiras para o confronto deste sábado

    Cuca manteve o mistério sobre a escalação do Palmeiras para o confronto deste sábado

Para o confronto deste sábado (29) diante do rival Santos, na Vila Belmiro, o técnico Cuca carrega ainda mais mistérios. O Palmeiras viaja ao litoral com seis atletas em busca de três vagas no time titular; a escolha está feita, apenas não foi revelada.

A suspensão de Jailson obrigou o treinador a depender do terceiro goleiro para o clássico. Vinicius Silvestre e Vagner trabalharam durante a semana pela vaga de titular em Santos.

Na defesa, Fabiano engatou três jogos em sequência e permitiu a Jean atuar no meio-campo. Contudo, a fim de reforçar a marcação, o lateral direito pode dar lugar a Thiago Santos, um volante de maior sustentação defensiva.

Por fim, no ataque, Allione e Lucas Barrios duelam por um lugar entre os 11. O UOL Esporte traçou um panorama do sexteto para apontar quais características o do líder do Campeonato Brasileiro apresentaria com cada opção.

Vinicius Silvestre

Goleiro de apenas 22 anos, Vinicius Silvestre, ganhou espaço nas últimas semanas pelo alto nível apresentado nos treinamentos. O melhor ritmo em comparação a Vagner no dia a dia pode pesar na escolha. No entanto, caso seja escolhido como titular, o jovem realizaria o primeiro jogo entre os profissionais logo em um clássico e na Vila Belmiro.

Vagner

Em comparação a Vinicius, o goleiro de 27 anos tem como virtude a experiência. Vagner possui um passado recente favorável sobre o Santos; era ele o goleiro titular do Ituano, campeão paulista de 2014 em decisão vencida sobre o time do litoral. No entanto, quando recebeu a oportunidade de substituir Fernando Prass no Palmeiras, falhou no jogo contra a Chapecoense e deixou uma má impressão no pior momento do clube na Série A deste ano.

Fabiano

Embalado por três partidas como titular – a maior desde que desembarcou por empréstimo na Academia de Futebol -, Fabiano carrega pela origem como zagueiro uma característica defensiva na lateral direita; no ataque, ainda se mostra tímido. O camisa 2 em campo permitiria a escalação do titular Jean no meio, dono de um estilo de melhor saída de bola e dinâmica ofensiva no setor.

Thiago Santos

O setor de criação do Santos, com Lucas Lima, merece extremos cuidados. Desta forma, Thiago Santos surge como principal peça para preencher este espaço. A escalação do volante resultaria em uma atenção maior à frente da dupla de zagueiros e destacaria uma peça direcionada para minar o poder de fogo do Santos na Vila Belmiro.

Agustín Allione

O meia-atacante argentino atuaria pelo setor direito do ataque e serviria como uma peça importante até defensivamente, a fim de sustentar a marcação com Jean pelo lado do campo. No ataque, o camisa 15 apresenta-se como um elo entre o setor de meio-campo e Gabriel Jesus, dividindo a responsabilidade da armação com Moisés e Dudu.

Lucas Barrios

Elogiado por Cuca recentemente, o paraguaio atua como referência no setor de ataque, um típico centroavante. A força física do camisa 8 geraria uma preocupação extra para a defesa do Santos, a melhor do campeonato. Fora que, com Barrios centralizado, Gabriel Jesus atuaria pela ponta e possuiria um maior terreno para explorar as arrancadas em velocidade.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos