Santos vê 1º turno como "espelho" para derrubar Palmeiras e buscar o título

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Diego Padgurschi /Folhapress

    Dorival lembra que no duelo do 1º turno, o Santos estava a seis pontos do Palmeiras

    Dorival lembra que no duelo do 1º turno, o Santos estava a seis pontos do Palmeiras

O Santos pretende iniciar contra o Palmeiras neste sábado (29), às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, uma meta para buscar o título da competição. Para isso, o técnico Dorival Júnior e companhia utilizam a reta final do primeiro turno como "espelho".

O técnico Dorival Júnior faz questão de lembrar que, antes do duelo contra o Palmeiras no primeiro turno, o Santos estava a seis pontos do líder, o próprio rival paulista. Vale ressaltar que a equipe santista assumiu a liderança na penúltima rodada e só não foi campeão do primeiro turno por causa de derrota para o "lanterna" América na última rodada.

"Se vocês virem a classificação do primeiro turno do campeonato, Santos chegou contra o Palmeiras a seis pontos de diferença, com eles líderes, e na penúltima no primeiro turno alcançamos a liderança. Tínhamos 55% de aproveitamento e temos 62%. Todas as equipes da frente aumentaram aproveitamento. Campeonato está disputado, mais brigado, mas abre-se uma possibilidade real de acreditar e muito. Esses 2% na matemática podem aumentar ainda mais e alcançar uma possibilidade real", afirmou Dorival.

Hoje, o Santos está na quarta colocação do Brasileiro, com 58 pontos, a nove do líder Palmeiras, a três do segundo colocado Flamengo e apenas a um ponto do Atlético-MG, terceiro colocado. Após o clássico, o Santos encara Ponte Preta (fora), Vitória (em casa), Cruzeiro (fora), Flamengo (fora) e América-MG (em casa). 

Dorival Júnior acredita que o clássico entre Santos e Palmeiras será determinante para o desfecho do Campeonato Brasileiro.

"O jogo de amanhã (sábado) é importante e fundamental para o Campeonato Brasileiro de 2016. O primeiro contra o quarto", disse.

Dorival espera que o jogo deste sábado seja menos tenso comparado aos últimos duelos entre santistas e palmeirenses. Após as polêmicas envolvendo Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Fernando Prass, Dudu e companhia, Dorival alega que vê mais respeito desta vez por parte dos atletas.

"São momentos diferentes. Não nos leva a nada (provocações), ainda mais vindo de profissionais. Jogo desse momento tem importância ainda maior. Sinto respeito muito maior também, com equipes mais equilibradas em declarações. Isso vai ajudar muito o espetáculo. Vamos aguardar por uma grande performance", afirmou Dorival

O técnico também disse que não pediu para os atletas evitarem provocações, inclusive, Lucas Lima, um dos causadores de polêmicas entre os clubes nas redes sociais.

"Nunca pedi nada. Cada um é responsável por si, que sustente aquilo que busque com determinada situação. Ambiente é muito mais tranquilo e focado no espetáculo", disse.

O Santos deve entrar em campo contra o Palmeiras com a seguinte escalação: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Jean Mota (Vitor Bueno), Copete e Ricardo Oliveira.

Quer receber notícias do Santos de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos