Peter revela papo com Levir e confirma jogo contra Atlético-PR no Maracanã

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • BRUNO HADDAD/FLUMINENSE

O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, esteve na reapresentação do elenco nesta segunda-feira no centro de treinamento Pedro Antônio Ribeiro da Silva, na Barra da Tijuca. O dirigente revelou que teve uma conversa com o técnico Levir Culpi antes da atividade. Além disso, o mandatário aproveitou a oportunidade para confirmar que o Tricolor medirá forças com o Atlético-PR, no Maracanã e não em Edson Passos.

Antes da atividade desta segunda-feira, Peter Siemsen convocou Levir Culpi para entender o porquê do Fluminense estar há cinco jogos sem vitórias: três derrotas e dois empates. Segundo ele, a conversa foi para fazer tudo voltar aos trilhos para o Fluminense seguir forte na disputa pela Libertadores.

"Quis saber o que está acontecendo. Passamos a maior parte do tempo jogando bem, melhor que o adversário, mas perdemos o controle e temos dificuldade de reagir quando levamos um gol. Isso vem ocorrendo em alguns jogos. A conversa foi na linha de tentar entender o momento, o que podemos fazer para a retomada, para ir à Libertadores. Precisava sentir no Levir e nos atletas essa vontade. Isso senti. Essa vontade se mostrou muito forte. Acredito que os erros sejam corrigidos e possamos ter grandes resultados", disse o treinador.

Segundo Peter, Levir segue firme no cargo. Apesar da conversa, não há qualquer indício de que o treinador possa ser demitido no momento. O presidente deixou claro, no entanto, que não está satisfeito com os resultados recentes e realizou uma cobrança no treinador.

"O trabalho é de voto de confiança desde o início. Nunca pensei em mudança. Às vezes dá sorte de ir bem com uma mudança de treinador, mas às vezes tudo errado, cria incerteza. Meu papel hoje foi cobrar e, dentro da cobrança, observar cada um, quanto tem de confiança", explicou Peter.

Flu define Maracanã para encarar Atlético-PR

A volta ao Maracanã não ocorreu como o Fluminense esperava. Isso, porém, não afetou a decisão do clube de atuar no estádio no próximo jogo. Tudo indicava que o time atuaria no alçapão de Edson Passos até o fim da temporada, nos jogos contra Atlético-PR e Internacional. O presidente afirmou que isso não conterá. Pelo menos por agora.

"O Fluminense hoje trabalha com o Maracanã. Temos um jogo fora, acredito que possamos vencer e fazer do jogo com o Atlético-PR um grande jogo no Maracanã. Vamos precisar da torcida", finalizou Peter Siemsen.

Quer receber notícias do Fluminense de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos