Vitor Bueno cita frio na barriga em sua volta e desiste de artilharia

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Vitor Bueno está recuperado de lesão na coxa esquerda e enfrenta a Ponte Preta

    Vitor Bueno está recuperado de lesão na coxa esquerda e enfrenta a Ponte Preta

O meia Vitor Bueno confirmou que volta ao time do Santos no duelo contra a Ponte Preta neste sábado, às 21h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Recuperado de uma lesão de grau 2 na coxa esquerda, o camisa 18 disse que está com o mesmo sentimento de sua estreia com a camisa santista.

"Dá aquele frio na barriga. Um pouco parecido de quando estreei - nunca tinha machucado -, estou muito ansioso e com a confiança lá em cima. Preciso manter o nível, é normal perder um pouco do físico, por isso que vim ao CT e treinei até os dias de folga para ficar bem", afirmou Vitor Bueno.

O meia demonstrou que perdeu esperanças em relação a briga pela artilharia. Vitor Bueno tem dez gols, três a menos que Fred, do Atlético-MG, líder na lista de artilheiros.

"Acho que os atacantes se distanciaram muito (13 gols contra 10), preciso fazer mais do que um gol nos jogos para brigar. Mas meu foco no momento é vencer. Se acontecer, vou ficar muito feliz", disse.

"Vitor Bueno sofreu uma lesão muscular de grau 2 na coxa esquerda no duelo contra o Sport, no dia 23 de setembro. O atleta tentou retornar contra o Grêmio ao atuar no segundo do jogo há duas rodadas, mas voltou a sentir a lesão. Por conta disso, o meia desfalcou o time contra Internacional, Chapecoense e Palmeiras.

"Um pouco complicado, nunca tinha passado por isso. Tentei manter a cabeça boa. Eu tive apoio da família, quem está comigo, amigos, namorada, me passando força para manter com cabeça boa, e psicológico ajuda muito nisso. Tentei não pensar muito em ficar fora, porque desgasta a cabeça. Procurei pensar só na volta, chegou o dia contra o Grêmio, entrei bem, mas senti novo. Nenhum jogador merece passar por isso, é difícil. Graças a Deus o pior já passou e estou de volta para ajudar o Santos na reta final", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos