Grêmio entrará com efeito suspensivo para tentar reduzir pena de Edílson

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio entrará na próxima terça-feira com um pedido de efeito suspensivo para o lateral direito Edílson, suspenso por cinco jogos pelos socos em Rodrigo Dourado no clássico Gre-Nal 411. A ideia do jurídico gremista é reduzir a pena do jogador e liberá-lo para os últimos jogos do Brasileirão. 

Com cinco jogos de punição, sendo um já cumprido, Edílson voltaria apenas na última rodada, diante do Botafogo. No entanto, o plano é fazer a punição recuar para quatro jogos. 

O efeito suspensivo será buscado na terça-feira, após Edílson cumprir o segundo jogo de punição diante do Sport, na segunda. Desta forma, se a pena for reduzida, faltariam apenas mais dois compromissos de ausência. 

Segundo o advogado gremista Gabriel Vieira, a situação é complicada por conta da clareza das imagens que comprovam os socos aplicados no volante do Internacional. Mas de qualquer maneira a tentativa é válida para dar ao técnico Renato Gaúcho esta alternativa de elenco. 

O lance que gerou a suspensão de Edílson começou com falta de Kannemann em Valdívia. Vitinho tentou tirar a bola das mãos do argentino, que estava no chão. Em seguida formou-se uma confusão e o lateral gremista acertou três socos em Dourado, que também acabou o acertando com o braço. 

Edílson foi o único punido no julgamento realizado na quinta-feira, no STJD. Dourado pegou um jogo de suspensão, já cumprido. Bolaños, julgado por outra jogada, e Vitinho foram absolvidos. 

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos