Maicosuel volta ao Atlético-MG com planejamento de chegar bem à final

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Maicosuel não joga desde o primeiro dia de outubro, quando o Atlético-MG venceu a Ponte Preta

    Maicosuel não joga desde o primeiro dia de outubro, quando o Atlético-MG venceu a Ponte Preta

Sem atuar desde o começo de outubro, quando o Atlético-MG venceu a Ponte Preta, por 2 a 1, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o meia Maicosuel está de volta à lista de relacionados pelo técnico Marcelo Oliveira. Assim, o camisa 70 segue para o confronto com o Coritiba, neste domingo, às 19h30, pela 34ª rodada.

O retorno de Maicosuel próximo à final da Copa do Brasil é importante. Até o primeiro jogo com o Grêmio, o Atlético tem três partidas pelo Brasileirão. Para o meia, oportunidades para recuperar a melhor forma.

"Nosso grupo vem forte. Jogadores que saíra, depois retornaram bem. Isso é o mais importante. Estou prepardo, mas tem de ter um pouco de paciência, como foi no começo, é uma readaptação. Voltar a jogar bem, gradativamente. Antes da Copa do Brasil, temos de pensar no Brasileiro. Agora é focar no Coritiba, sabemos que vi ser muito difícil. Tem dois campeonatos ainda, então vai ter espaço para todo mundo", comentou o meia, que diante do Coritiba vai começar no banco de reservas, mas vai entrar no decorrer do jogo, como informou o técnico Marcelo Oliveira.

"O planejamento é esse, voltar gradativamente. Temos muitos jogos importantes ainda. Agora eu preciso de ritmo de jogo e só vou conseguir isso quando jogar. Então, tem algumas partidas antes da final, o que é bom para ir recuperando o meu melhor condicionamento", revelou Maicosuel, que retornou ao Atlético já com o Brasileirão em andamento e foi importante na recuperação da equipe na competição.

O fato de viajar, concentrar e ficar no banco de reservas já é motivo de muita comemoração para o jogador. Durante o período que ficou fora, Maicosuel perdeu partidas importantes, como os jogos da Copa do Brasil contra Juventude e Internacional, além do confronto com o Flamengo, pelo Brasileirão.

Relacionado para a viagem a Curitiba, Maicosuel conta como foi o mês em que desfalcou o Atlético, agravado por ser um momento bastante decisivo da temporada.

"Foi horrível. Uma das piores coisas é ficar sem fazer aquilo que você ama, ainda mais por causa de lesão. E olha que eu me cuido bastante, afinal eu trabalho com o meu corpo. Ficar fora é muito ruim, não pode ajudar, é apenas torcer. E no Atlético é tudo é muito sofrido, então a gente passa muita raiva do lado de fora", completou Maicosuel.

Quer receber notícias do Atlético-MG de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos