Dudu se emociona e promete título em casa: "Torcedor pode ter certeza"

Do UOL, em São Paulo

A vitória por 1 a 0 sobre o Internacional neste domingo (06) deixou o Palmeiras bem próximo ao título do Campeonato Brasileiro. O Alviverde não jogou bem, mas conquistou o resultado que lhe servia para aumentar para seis a vantagem na ponta. Com a voz embargada, Dudu saiu do gramado prometendo o título.

Com o olhar marejado, o capitão palmeirense não escondeu a comoção. "Eu vivo o dia-a-dia do clube. O torcedor me vê como um deles dentro de campo, e fico feliz por isso. Temos esse espírito de guerreiro que o torcedor quer", exalta Dudu à Rádio Bandeirantes. O capitão não economiza na promessa. "Vamos brigar até o final. O torcedor pode ter certeza que, desses dois jogos que temos em casa, em um deles vamos levantar a taça", garante.

O camisa 7 teve atuação discreta contra o Internacional, assim como a maioria dos jogadores do Palmeiras. A equipe ficou aquém do esperado, mas Dudu pondera que a vitória, mesmo magra e sofrida, serve ao propósito. "É final de temporada, bate o cansaço. O tempo também não ajudou: a chuva deixou o campo pesado, difícil", argumenta. "Mas a equipe está de parabéns pelo jogo de hoje."

As circunstâncias fazem crescer a ansiedade pelo possível título. Mas o nervosismo fica por conta do torcedor, garante Dudu. "Temos que nos controlar porque não ganhamos nada ainda. Tem um novo time na briga (Santos), mas a torcida pode acreditar que a gente vai ser campeão", afastando o clima de 'já ganhou' sem deixar de demonstrar confiança.

O volante Gabriel também não quer saber de comemoração prévia. "É um passo grande. Mas a equipe está bem focada e sabe que ainda não ganhou nada, o campeonato pode ser traiçoeiro", alerta. "Estamos concentrados, faltam quatro jogos ainda, que no nosso modo de ver serão complicados, mas a equipe está focada para ser campeã."

Cuca também afasta ansiedade

O técnico palmeirense não nega que a ansiedade está em alta no Parque Antártica e deixa escapar até um palavrão quando questionado sobre o tema. "P...! Aumenta a cada dia. Mas faz parte", reconhece. "O jogo foi super decisivo pela pontuação e pelo emocional. O Santos, ganhando, diminui para três pontos (a vantagem palmeirense), e eles têm vitórias a mais. Você se obriga a vencer. Era um jogo de Gauchão hoje, mas a gente se adaptou e venceu", celebrou à TV Globo ao deixar o campo.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos