Herói da virada do Santos, Cittadini sai do banco e chora ao final

Do UOL, em São Paulo

Léo Cittadini entrou em campo no Moisés Lucarelli aos 21min do segundo tempo neste domingo (6), na partida entre Santos e Ponte Preta. Àquela altura, sua equipe perdia por 1 a 0, mas tudo mudou depois que o meia-atacante substituiu Vitor Bueno. Do rebote de uma finalização sua saiu o gol de Ricardo Oliveira. A virada também passou pelos seus pés antes de Copete mandar para as redes a bola que colocou o clube na vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

Após o apito final, o meia caiu aos prantos, emocionado com o resultado e sua participação crucial contra a Ponte Preta, clube que ele defendera no passado por empréstimo.

"Eu estou muito emocionado porque só eu e minha família sabemos o quanto eu trabalhei esperando uma oportunidade. Graças a Deus foi hoje, estou muito feliz de dar alegria para essa torcida e acima de tudo para esse grupo maravilhoso que merece tanto", declarou Léo Cittadini, emocionado, ao canal Premiere.

A entrada do meia coincidiu com o crescimento do Santos no jogo. Até então, o visitante criava chances esporádicas apesar da necessidade de vitória para se garantir no G-3 ao final da rodada - com a oportunidade de, de quebra, reduzir a distância para o líder Palmeiras.

"Não perdi o foco. Não estava tendo muitas oportunidades. Eu estava treinando firme para quando ela aparecesse eu estar preparado. A oportunidade apareceu, eu estava preparado e saímos com a vitória", concluiu.

O Santos terá onze dias de trabalho até seu próximo compromisso. A partida contra o Vitória será no próximo dia 17 de novembro, na Vila Belmiro, às 19h30. 

Quer receber notícias do Santos de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos