Por que o jogo com o Flu no turno mudou o rumo do Cruzeiro no ano?

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Paulo Sergio/Light Press/Cruzeiro

    Lance entre Fluminense e Cruzeiro, no estádio Giulite Coutinho

    Lance entre Fluminense e Cruzeiro, no estádio Giulite Coutinho

O jogo contra o Fluminense, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, foi um divisor de águas para o Cruzeiro. A partida deu início ao processo de fritura de Paulo Bento, antecessor de Mano Menezes, sentenciou o adeus de Duvier Riascos e marcou a estreia de Ramón Ábila, artilheiro da equipe na atual temporada. Neste domingo (6), as equipes se reencontram no Mineirão, pela 34ª rodada.

O confronto disputado na metade inicial do principal torneio nacional foi preponderante para o adeus do antigo técnico do clube. A derrota por 2 a 0 no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, culminou em críticas ao trabalho do lusitano. Esta foi a primeira vez que ele foi contestado por conta dos resultados obtidos na competição.

Depois do revés para o time das Laranjeiras, Paulo Bento permaneceu somente mais uma partida na Toca da Raposa II. Bastou o tropeço contra o Sport, em pleno Mineirão, para o europeu ser demitido pela cúpula. O duelo contra o rival deste fim de semana deu início ao processo de fritura do técnico.

A partida ocorrida na região metropolitana do Rio de Janeiro não deu início somente ao adeus do comandante lusitano. O duelo ainda foi preponderante para o fim da passagem de Riascos pela Toca da Raposa II.

Contestado por fazer somente um gol pelo clube desde a sua contratação – em janeiro de 2015 –, o colombiano foi demitido por se envolver em uma polêmica. Ele teria chamado o clube mineiro de "merda" ao ser questionado sobre a sua situação:

"Não está normal, não estou feliz por tudo isso que está acontecendo. Temos que procurar uma solução, não podem tirar minha felicidade para vir jogar nesta merda aqui" disse à Rádio Itatiaia na ocasião.

A declaração do estrangeiro foi o suficiente para o diretor de futebol Thiago Scuro anunciar o seu afastamento à época. Desde o acontecimento, Riascos permaneceu no Rio de Janeiro e, quando chamado pela diretoria para retornar a Belo Horizonte, comunicou o retorno à Colômbia, terra natal. Ele move uma ação contra o Cruzeiro e obteve a rescisão contratual por meio de uma liminar na Justiça do Trabalho.

O revés para o Fluminense, no entanto, não se limitou aos aspectos negativos. Há um ponto positivo no compromisso. Ramón Ábila, artilheiro do Cruzeiro na temporada, com 12 gols em 24 partidas, fez a sua primeira aparição pela equipe na ocasião.

O centroavante foi contratado por 3,5 milhões de dólares (R$ 13,5 milhões na cotação da época) junto ao Huracán, da Argentina. A sua estreia ocorreu antes do esperado, uma vez que Paulo Bento, técnico do clube na ocasião, necessitava de um homem-gol para escalar a equipe.

Quer receber notícias do Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos