Viradas permitem que Santos ainda sonhe com título após assumir 2º lugar

Do UOL, em São Paulo

  • Ivan Storti/Santos FC

A emoção tem sido a marca da campanha do Santos no Campeonato Brasileiro. Além das várias vitórias por placar mínimo, o Peixe tem se notabilizado também pelas viradas e faz jus a um dos tradicionais cantos da torcida. No último domingo (06), o "time da virada" reverteu placar desfavorável pela quarta vez no torneio para seguir sonhando com o título.

A Ponte Preta saiu na frente em Campinas, mas Ricardo Oliveira e Copete garantiram a virada. Roteiro parecido tiveram as vitórias do Peixe sobre Coritiba (2 a 1 na segunda rodada), Fluminense (4 a 2 na décima rodada) e Corinthians (2 a 1 na 24ª rodada).

As reações do Alvinegro Praiano ao longo do Brasileirão renderam oito pontos, considerando que cada virada representa dois (a diferença entre a vitória e o empate). Se não tivesse virado nenhuma partida, o Peixe teria 56 em vez de seus atuais 64 pontos e estaria na quarta colocação – e não na vice-liderança.

O líder Palmeiras só virou dois jogos neste Brasileirão, e o terceiro colocado Flamengo, três. Deste modo, não é absurdo pensar que o Santos só tem o direito de sonhar com a taça por ser o "time da virada".

Melhor que o Peixe neste quesito só a Chapecoense, que acumula cinco viradas nas 34 rodadas disputadas no campeonato. O Cruzeiro está junto com o Peixe, tendo conquistado sua quarta virada também no domingo (06), sobre o Fluminense.

O que o torcedor santista espera é que a disposição para reverter derrotas seja repetida em conjuntura mais ampla nesta reta final de temporada. O Peixe está seis pontos atrás do Palmeiras e só terá chances de título se protagonizar arrancada histórica nas quatro rodadas finais.

Quer receber notícias do Santos de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos