Nobre comemora fim de punição 'esdrúxula' do STJD e aponta R$ 2 mi de perda

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • José Edgar de Matos/UOL

    Setor Gol Norte será reaberto para as partidas contra Botafogo e Chapecoense

    Setor Gol Norte será reaberto para as partidas contra Botafogo e Chapecoense

Paulo Nobre desabafou contra a punição do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) responsável pelo fechamento do setor Gol Norte nos últimos cinco jogos como mandante do Palmeiras. O encerramento do castigo, com data para o próximo dia 20 no duelo contra o Botafogo, é tratado como um alívio pelo presidente do clube alviverde.

Em entrevista concedida na última segunda-feira, Paulo Nobre reclamou da punição e apontou a perda financeira do Palmeiras nos cinco jogos sem parte do estádio liberado; neste período, o clube atuou quatro vezes no Allianz Parque e uma na Fonte Luminosa, em Araraquara.

"O Palmeiras acata as punições de quem tem poder para fazer, mas não significa que nós concordemos. A punição foi absolutamente esdrúxula e não atingiu aos objetivos que gostariam; porém, tiraram do Palmeiras quase R$ 2 milhões em receita", reclamou o dirigente.

"Infelizmente, no afã de querer melhorar o futebol, o STJD tentou da melhor maneira possível achar uma solução, mas está mais do que comprovado que não é a solução. Precisa ter vontade política de punir quem merece ser punido; se você tem 30, 40, 50 marginais no meio da torcida uniformizada, que se faça uma coisa contra essas pessoas", acrescentou.

Na opinião de Nobre, a punição não se apresentou efetiva. O dirigente garantiu que o Palmeiras tomou todas as medidas necessárias para não receber o castigo responsável por prejudicar esportivamente e financeiramente o líder do Campeonato Brasileiro.

"Olha que nós já identificamos quem brigou lá em Brasília; não adianta querer punir um setor e imaginar que as pessoas que você quer punir vão para outro setor. Cumprimos religiosamente todas as determinações, mas gostaria muito que o pessoal do STJD, pessoas que considero sérias, possa ter aprendido com essa punição", recomendou.

"Falaram para o Palmeiras que todas as medidas que o clube tomou não foram eficazes, mesmo tendo identificado as pessoas e feito o BO; gostaria que eles fizessem só um mea culpa e chegassem à conclusão que esta punição não foi eficaz", encerrou o mandatário palmeirense.

O clube de Palestra Itália deve voltar a receber mais de 40 mil pessoas na arena diante de Botafogo (20 de novembro) e Chapecoense (27 de novembro). No período de fechamento da Gol Norte, os torcedores organizados se concentraram no setor Gol Sul.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos