'Aeroporco' tem Cuca boquiaberto, atletas 'rastafáris' e faixas de campeão

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Um início de noite inesquecível para Cuca, comissão técnica e elenco. A última terça-feira (15) marcou o Palmeiras pela recepção da torcida no aeroporto de Congonhas antes do embarque para Belo Horizonte. Mais de dois mil torcedores promoveram uma grande festa e impressionaram até mesmo quem está acostumado a grandes estádios e públicos.

O UOL Esporte compareceu ao saguão principal do aeroporto paulistano e testemunhou de perto a reação de quem era homenageado. Enquanto os milhares de torcedores cantavam e acendiam sinalizadores, a delegação do Palmeiras exibia empolgação e incredulidade.

Um dos mais impressionados com a festa era o técnico Cuca. Todos os anos de experiência não impediram o comandante do líder do Brasileirão de permanecer boquiaberto durante a pausa da delegação, ocorrida na escada rolante rumo à sala de embarque.

Outros nomes como Moisés e Vitor Hugo trataram de registrar o momento. Ambos, além de Dudu e Egídio, cantavam o hino empolgados. Thiago Santos e Yerry Mina ganharam gorros com as cores rastafári e pularam no meio do corredor formado pelos palmeirenses.

Vitor Hugo se apresentava como um dos mais empolgados. Era um dos mais festejados ao lado do goleiro Jailson, que enfrentou dificuldades para passar pelo corredor dos torcedores. Os cânticos entoados pelos palmeirenses eram devidamente repetidos pelos jogadores, geralmente mais comedidos neste tipo de relação.

José Edgar de Matos/UOL Esporte
Faixas do 'enea' estavam à venda

O defensor, assim como outros atletas, permaneceu sob o clima do 'aeroporco' mesmo depois do embarque. Funcionários do Palmeiras relataram os jogadores comentando o ocorrido e compartilhando vídeos gravados entre si. Redes sociais de Moisés, Vitor Hugo e outros atletas ganharam registros especiais da festa.

O público presente para o embarque da delegação palmeirense ainda encontrou mimos na porta do saguão de embarque. Dois vendedores ambulantes disponibilizaram faixas alusivas ao título ainda não conquistado pelo clube de Palestra Itália.

Além da inscrição do 'eneacampeonato' – em caso de título, o Palmeiras levantaria o nono troféu de campeão nacional -, a faixa contava com o nome de cada jogador do elenco comandado por Cuca. Alguns torcedores, com receio de 'dar zica', sequer olhavam para o souvenir.

Para não depender de outros resultados e alcançar o título nacional, o time alviverde precisa de sete pontos nas últimas quatro rodadas para se sagrar campeão. O Palmeiras viajou para Belo Horizonte, local do jogo da próxima quinta-feira (17) contra o Atlético-MG, com 70 pontos - seis a mais do que o vice-líder Santos.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos