Cuca reencontra o Horto e espera até o último minuto por indispensável Mina

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Cuca volta pela 1ª vez ao Independência desde a saída do Atlético-MG

    Cuca volta pela 1ª vez ao Independência desde a saída do Atlético-MG

O Palmeiras possui uma clara oportunidade de se aproximar do título brasileiro na noite desta quinta-feira (17). A partir das 21h (de Brasília), a equipe alviverde encara o Atlético-MG, no Independência, em duelo pela 35ª rodada da Série A. O confronto marca o primeiro reencontro de Cuca com o Horto, palco sagrado para a carreira do atual técnico palmeirense.

No Atlético-MG, Cuca alcançou o grande título da carreira: a Copa Libertadores de 2013. Agora, o clube mineiro se coloca como obstáculo para uma nova glória, agora em nível nacional.

Com 70 pontos somados depois de 34 rodadas, o Palmeiras se encontra a duas vitórias e um empate de alcançar o topo pela primeira vez após 22 anos. Um triunfo em Minas Gerais, diante de um Atlético-MG sem o embalo de quem lutava há poucas semanas pelo mesmo troféu, tornaria o 'enea' ainda mais próximo da realidade.

O clube mineiro já atrapalhou o treinador durante o primeiro turno. Os atleticanos foram os únicos a vencerem o Palmeiras dentro do Allianz Parque; em julho, o gol de Leandro Donizete garantiu o 1 a 0 para o time alvinegro.

A importância da partida e o retrospecto recente obrigam Cuca a reforçar ainda mais a cautela nos dias antecedentes ao duelo. O grande alvo da vez é o zagueiro Yerry Mina, fundamental na campanha palmeirense.

Depois de adquirir uma contratura muscular na última quinta-feira, data do empate sem gols entre Colômbia e Uruguai (0 a 0), o defensor desembarcou na última segunda-feira em São Paulo, a fim de iniciar o tratamento antes do duelo de quinta.

Até a noite de quarta-feira, a escalação de Mina surgiu como improvável. Durante a parte aberta para a imprensa do trabalho na Toca da Raposa II, o colombiano apenas observou o tradicional recreativo. Tanto ele quanto Zé Roberto, outro titular tratado como dúvida, realizaram atividades separados do restante.

Toda a ponderação sobre Mina explica-se nos números. Com a presença do zagueiro colombiano, o aproveitamento do Palmeiras sobe consideravelmente. Em 11 partidas no Campeonato Brasileiro, o jogador participou de oito vitórias, dois empates e uma derrota.

Os quase 79% de aproveitamento superam o retrospecto geral do Palmeiras na Série A em 10%. Sem o colombiano, o Palmeiras soma apenas 57% - cinco vitórias, quatro empates e duas derrotas (números válidos após a chegada do defensor, ocorrida em julho.

Desta forma, toda a cautela para garantir o colombiano ao lado de Vitor Hugo no sistema defensivo se justifica. O torcedor só saberá o destino de Mina instantes antes da partida em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG x PALMEIRAS

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 17 de novembro de 2016 (quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Neuza Ines Back (Fifa-SC)

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Luan, Robinho e Maicosuel; Fred.
Técnico: Marcelo Oliveira.

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Edu Dracena (Mina), Vitor Hugo e Egídio (Zé Roberto); Thiago Santos (Cleiton Xavier), Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes, Dudu e Gabriel Jesus.
Técnico: Cuca.

Quer receber notícias de Atlético-MG e Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos