"Está igual, e temos outro jogo", diz meia do Inter após tropeço em casa

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O venezuelano Seijas entrou no segundo tempo após muitos pedidos da torcida e não conseguiu 'salvar' o Inter diante da Ponte Preta. O empate em 1 a 1 manteve o Colorado na zona de rebaixamento. A três jogos do fim do campeonato, o armador disse que ainda 'está tudo igual'. 

"Acho que está tudo igual. Agora temos outro jogo, é uma lástima quando uma bola parada, que trabalhamos, que sabíamos, é normal, e temos três jogos e temos que buscar o resultado em São Paulo", disse. 
 
E Seijas não está de todo errado. Em pontos, Inter e Vitória tem a mesma marca: 39. Os vermelhos estão atrás por conta do número de gols marcados. 
 
O que pesa, porém, é que no calendário do Inter há dois jogos fora de casa e um em casa. Já os baianos tem dois compromissos como local e apenas um fora. 
 
"Saímos na frente, deixamos acontecer, mas temos que ganhar fora, não tem outro jeito", avaliou Anselmo. "É isso, sabíamos que seria difícil, foi o que houve. Temos que trabalhar, não tem mistério. Temos que ganhar. Empatamos em casa. Não poderia ter acontecido", completou Paulão. 
 
O próximo compromisso do Inter será diante do Corinthians, fora de casa, no final de semana. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos