Santos cede empate ao Cruzeiro e se complica na briga pelo título

Do UOL, em São Paulo

Na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, o Santos cedeu um empate por 2 a 2 ao Cruzeiro na tarde deste domingo, no estádio do Mineirão. O resultado complicou a equipe comandada pelo técnico Dorival Júnior na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

Com o empate, o Alvinegro chegou aos 68 pontos e se distanciou do Palmeiras, que tem 74. Agora, para ser lavantar a taça, o Peixe precisa vencer as duas próximas partidas e o torcer para duas derrotas do rival. 

Com apenas um ponto somado, o Cruzeiro ficou cada mais vez longe da briga pelas primeiras posições do Brasileirão.   

Na próxima, e penúltima rodada da competição nacional, o Cruzeiro visita o Internacional de Porto Alegre no domingo, às 17 horas (de Brasília). Já o Santos enfrenta o Flamengo no estádio do Maracanã, nas mesmas data e horário.

Quem foi bem: Ricardo Oliveira matador

Ricardo Oliveira foi o melhor em campo neste domingo. O atacante santista, quando acionado, não perdoou e balançou a rede em duas oportunidades.

Quem foi mal: Noguera vacila em gol cruzeirense e é substituído

Pouco depois de não ir bem na cobertura da jogada que resultado no gol de Arrascaeta, o zagueiro Fabián Noguera foi descartado do time titular do Santos, ainda no primeiro tempo, em substituição ousada de Dorival Júnior. Léo Cittadini entrou no lugar do beque.

Bola nos pés

Em busca do domínio da partida, o Santos valorizou o toque de bola e teve maior posse no início do primeiro tempo, oferecendo pouco espaço aos anfitriões do confronto.

Defesa facilita e Arrascaeta aproveita

Aos 21 minutos da etapa inicial da partida, o Cruzeiro inaugurou o marcador. Depois de cruzamento pela esquerda, Arrascaeta levou a melhor em disputa pelo alto com Zeca. Fabián Noguera vacilou, não conseguiu fazer o corte e o uruguaio mandou um chute rasteiro no canto direito de Vanderlei.

Salva Vanderlei!

Arrascaeta estava inspirando na tarde deste domingo. Aos 30 do primeiro tempo, o atacante recebeu livre na pequena área, driblou a zaga e chutou forte e Vanderlei fez uma bela defesa, impedindo que o Cruzeiro amplie a vantagem.

Dorival arrisca, é tudo ou nada

Após sofrer o gol, a equipe do litoral paulista ficou com muita dificuldade para criar e chegar com perigo. Insatisfeito com a atuação santista, o técnico Dorival Júnior resolveu fazer uma alteração ousada: tirou o zagueiro Fabián Noguera e colocou o meia Léo Cittadini.

Presente para Ricardo Oliveira

O Santos reagiu rapidamente na volta dos vestiários. Aos 2 minutos da etapa complementar, Lucas Romero recuou errado e a bola ficou de presente para Ricardo Oliveira, livre de marcação, mandar na saída do goleiro Rafael e deixar tudo igual no Mineirão.

Olha a virada do Peixe!

Mais um dele, Ricardo Oliveira. Copete tabelou com Léo Cittadini e caiu na área após dividida com Romero. O árbitro assinalou pênalti e o pastor não perdoou, aos 16 minutos do segundo tempo, com um chute certeiro no gol de Rafael.

Anfitriões com 10 em campo

Arrascaeta fez falta violenta em Thiago Maia aos 35 minutos do segundo tempo e acabou expulso da partida, deixando o Cruzeiro com um homem a menos em campo.

Balde de água fria

Aos 43 do segundo tempo, Manoel, em posição polêmica, marcou o gol de empate do Cruzeiro e deixou tudo igual no Mineirão.

Ficha Técnica
Cruzeiro 2 x 2 Santos

Data e horário: 20/11/2016 às 17 horas
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Lucas Lima, Jean Mota e Vanderlei (Santos); Henrique, Lucas Romero, Alisson (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Arrascaeta (Cruzeiro)
Gols: Cruzeiro – Arrascaeta, aos 21 minutos do primeiro tempo e Manoel, aos 43 do segundo tempo
Santos - Ricardo Oliveira, aos 2 e aos 16 minutos do segundo tempo

Cruzeiro: Rafael; Lucas Romero, Manoel, Léo e Bryan; Henrique, Ariel Cabral e Robinho (Marcos Vinicíus); Arrascaeta, Alisson e Willian (Ábila).
Técnico: Mano Menezes 

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Noguera (Léo Cittadini), David Braz e Zeca; Thiago Maia (Jean Mota), Renato, Lucas Lima, Vitor Bueno (Lucas Veríssimo) e Copete; Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.
 

Quer receber notícias do Santos de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos