Renato aprova garotos, mas evita elogio contra acomodação no Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio venceu, jogou bem e teve destaques. Mas Renato Gaúcho preferiu não citar nominalmente os jogadores que agradaram a ele no jogo contra o América-MG, neste domingo (20), na Arena.

Depois do triunfo na 36ª rodada do Brasileirão, o treinador se limitou a dizer que o clube segue vivo na tabela do campeonato e com boas alternativas para a final da Copa do Brasil.

"Eu tenho observado, mas jamais vou falar uma coisa dessas. O jogador vai acabar se acomodando. Eles precisam dar resposta para a gente sempre. Eles são profissionais. Mas estou satisfeito com os garotos. Lógico que uns se fixaram mais que outros, mas tudo é resultado do trabalho. A vitória foi importante, eles levaram a sério o jogo do início ao fim. Avançamos um pouco mais e seguimos bem vivos", disse Renato.

O Grêmio reserva precisou de míseros 24 minutos para dominar e liquidar o jogo. Com os gols de Fred e Negueba antes de meia hora de duelo, o tricolor conseguiu dosar suas forças. Ainda criou mais oportunidades, porém só marcou mais um. Com Bolaños.

"Astral positivo. Quando a gente coloca uma equipe para jogar o Campeonato Brasileiro e outra na Copa do Brasil, o Grêmio vem bem nas duas, é astral bom. Os jogadores têm aproveitado oportunidades, estão valorizando a camisa. Eles precisam dar resposta de porque estão no clube. Estou satisfeito com os garotos. Encostamos no Botafogo e temos que continuar vivos na briga no Brasileiro", comentou o treinador.

Na próxima quarta-feira, o Grêmio abre a final da Copa do Brasil diante do Atlético-MG. O primeiro jogo será em Belo Horizonte e a partida de volta em Porto Alegre. No meio dos compromissos, o clube visita o Santa Cruz, pela 37ª rodada do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos