Lisca reconhece Inter inofensivo, mas reclama de pênalti: "Doeu"

Do UOL, em Porto Alegre

Lisca estreou no comando do Internacional com derrota e foi sincero. Depois da derrota para o Corinthians, o treinador admitiu que seu time foi quase inofensivo ao adversário da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas o técnico também falou do pênalti marcado em Romero.

"No nosso melhor momento, infelizmente, houve o lance capital. É um absurdo o que aconteceu aqui. Posso até me complicar, mas é duro. Estamos em um momento muito difícil, brigou e ainda sofre um gol desses. Uma bola morta, um lance morto, a bola nem estava no Romero. Um jogador experiente como o Ernando jamais faria o pênalti. Vendo de novo o lance, doeu. Doeu", disse Lisca.

Substituto de Celso Roth, o ex-treinador de Ceará e Joinville no ano surpreendeu ao escalar Aylon na vaga de Valdívia. A aposta não deu certo e o time produziu muito pouco.

"A proposta era fechar e transitar rápido. Mas erramos muito tecnicamente, principalmente na hora de sair e agredir. Com isso o adversário controlou e tomou conta na nossa primeira formação. Mas aí equilibramos, formamos um tripé com o Anderson recuado. Mas continuamos sem força ofensiva. Ficou cômodo para o Corinthians, nós não conseguimos acossar o goleiro adversário", afirmou.


 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos