Jair promete não transferir responsabilidade aos jogadores do Botafogo

Do UOL, em São Paulo

O Botafogo vai para a última rodada da Série A no tudo ou nada: depende apenas de si mesmo para confirmar vaga no G-6 do Campeonato Brasileiro, mas pode terminar 2016 sem passagem para a Libertadores do ano que vem. Com a semana livre até a partida contra o Grêmio, o técnico Jair Ventura afirma que não vai culpar os atletas se o segundo cenário se concretizar.

"As baixas são difíceis. Ninguém quer saber dos nossos problemas, querem resultado de time grande. Essa aqui é a nossa vida. É muito comum no futebol, quando o resultado não aparece, a gente começar a criticar um ou outro. Nunca vou transferir responsabilidade pra cima dos meus atletas. A gente tem mais um jogo e vai lutar enquanto tiver chance", disse o treinador na entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 com a Ponte Preta.

Lateral esquerdo de origem, Victor Luis foi improvisado pela direita em função dos desfalques de Luis Ricardo e Alemão. "Foi uma necessidade, não é questão de ser professor pardal. Lesiona o Luis, o Alemão... Se eu colocasse um garoto, ele poderia errar uma bola e ficar marcado. A equipe toda não esteve no seu melhor dia e a culpa não é do Victor não, longe disso", defendeu.

A partida decisiva contra o Grêmio, que deve levar seus reservas a campo se confirmar o título da Copa do Brasil na quarta-feira, está marcada para o outro domingo (4) a partir das 17 horas (de Brasília).

Quer receber notícias do Botafogo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos