Atlético-MG se divide em dois na última tentativa por algo melhor em 2016

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini / Atlético

    Sem poder jogar na Copa do Brasil, Fred busca a artilharia do Campeonato Brasileiro

    Sem poder jogar na Copa do Brasil, Fred busca a artilharia do Campeonato Brasileiro

Os dois próximos jogos do Atlético-MG são contra São Paulo e Grêmio. Duelos por competições diferentes, mas com um mesmo objetivo: terminar da melhor maneira possível a temporada 2016. Para que isso seja possível, o time mineiro se dividiu em dois times. Os titulares não jogam neste domingo (27), pelo Brasileirão, e seguem em preparação para o duelo contra os gaúchos na quarta-feira, pela final da Copa do Brasil.

Como perdeu por 3 a 1 no Mineirão, o time mineiro precisa vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Ou vencer por três ou mais gols para ser campeão sem as penalidades. Missão difícil na Arena Grêmio, motivo pelo qual o técnico interino Diego Giacomini optou por não usar nenhum reserva diante do São Paulo, neste domingo, às 17h, no Independência, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Embora ainda busque o terceiro lugar no Brasileirão, que garante vaga direta na fase de grupos, a comissão técnica e a diretoria do Atlético entenderam que ainda vale priorizar a Copa do Brasil, mesmo na difícil tarefa que aguarda o clube na próxima semana. Decisão que deu a Giacomini três dias a mais para preparar o time para o jogo em Porto Alegre.

Como são os reservas que vão enfrentar o São Paulo, o treinador treinou com intensidade máxima nesse sábado, o que não seria possível se o time tivesse de jogar neste domingo. Os titulares não vão jogar, mas vão estar no campo, não do Independência, mas na Cidade do Galo. Treino pela manhã. E assim também vai ser na segunda-feira. Atividade regenerativa apenas para quem enfrentar o São Paulo.

Os titulares vão treinar firme, numa aposta de armar alguma estratégia para surpreender o Grêmio. "Vamos trabalhar em duas frentes, duas competições. Diferentemente do ano passado, que era conquistar o vice no Brasileiro, agora, a responsabilidade é defender um título, buscar o bi da Copa do Brasil. O grupo acredita e o Atlético é forte. Vamos buscar isso", disse Giacomini, que assim como nesta temporada, em 2015 também fechou o ano como treinador interino do Atlético.

E assim como acontece na Copa do Brasil, a situação do Atlético no Brasileirão também é complicada. Para terminar a competição no terceiro lugar e ir direto para a fase de grupos, o time mineiro precisa vencer os dois jogos que restam, contra São Paulo e Chapecoense, além de torcer contra o Flamengo. A equipe carioca não pode somar mais do que um ponto nos confrontos com Santos e Atlético-PR.

Ainda sem nenhum título oficial na temporada, o único objetivo alcançado pelo elenco em 2016 é presença confirmada na Libertadores de 2017. Pelo quinto ano consecutivo o Atlético vai disputar o principal torneio de clubes da América do Sul. Resta saber se o clube mineiro vai ir direto para fase de grupos ou vai ter de disputar as fases preliminares.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X SÃO PAULO

Data: 27 de novembro de 2016, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA/PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia e Helcio Araujo Neves (ambos PA)

ATLÉTICO-MG: Giovanni, Patric, Edcarlos, Jesiel e Leonan; Rafael Carioca, Lucas Cândido e Carlos Eduardo; Clayton, Hyuri e Fred.
Técnico: Diogo Giacomini.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro, Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Wellington, Thiago Mendes e Cueva; Luiz Araújo, David Neres e Chavez.
Técnico: Pintado.

Quer receber notícias do Atlético-MG de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos