Cuca leva banho de água e diz que Palmeiras teve "mais vontade" que rivais

José Edgar de Matos e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

O técnico Cuca comentou a conquista do Campeonato Brasileiro pelo Palmeiras, após a vitória sobre a Chapecoense em casa, neste domingo. No meio da entrevista coletiva, o campeão levou um banho de água de alguns jogadores do elenco, que interromperam a entrevista por alguns minutos.  

Ainda quando estava seco, Cuca comentou a conquista de sua equipe na competição mais importante do país.

"Nem sempre a gente teve o melhor futebol. Mas a gente teve a maior vontade, a melhor entrega, a melhor luta. Todos querem ganhar o título. Por isso fomos premiados. Atribuo isso diretamente aos jogadores", declarou o treinador palmeirense.

O título brasileiro de 2016 adiciona à carreira de Cuca mais uma façanha de grande porte, que contava com a fuga do rebaixamento com o Fluminense em 2009 e a conquista da Libertadores de 2013, pelo Atlético-MG.

O Palmeiras selou a conquista do 9º título brasileiro neste domingo, com a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no Allianz Parque, com gol do lateral Fabiano. Com o resultado, o time de Cuca alcançou os 77 pontos e não pode ser alcançado pelos rivais na última rodada.

Neste ano, Cuca prometeu e cumpriu. Quando o Palmeiras foi eliminado pelo Santos na semifinal do Paulistão, em abril, o treinador não se abateu e assegurou que o Alviverde buscaria o título do Brasileiro. Neste domingo, o comandante pôde celebrar a conquista da taça.

"O que eu quis naquela ocasião, depois de perder aquele jogo, era mostrar que aquele time seria campeão brasileiro. É uma responsabilidade vir a público fazer uma declaração como essa. Era para a gente ter uma junção, uma identificação, essa declaração que nos uniu, nos ajudou a pegar confiança. Em alguns momentos, diminuiu isso, porque campeonato pontos corridos se ganha jogo a jogo. E os jogadores confiando naquela promessa que havíamos feito. Mesmo sem jogar o melhor futebol, tivemos mais vontade do que qualquer time. E nós queríamos mais ainda. Atribuo a eles o que conquistamos", disse.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Cuca:

Técnico desconversa sobre permanência no clube

"Hoje não tenho nada a falar. Vou falar com o Mauricio (Galiotte), o clube tem um novo presidente, eleito com mais de 90% dos votos. Vou falar com calma. O mais importante de tudo é a gente é ser campeão. A gente entra para a posteridade. Você sempre vai lembrar do Palmeiras campeão de 2016".

Como conquistou o elenco?

"Fazer as coisas corretas, por mais que sejam duras, é o melhor.  Sempre agi assim, mesmo sem contentar os outros. Mas sempre pensando em fazer o melhor para o Palmeiras".

Gabriel Jesus

"Dei entrevista para um jornal da Itália, falei que o Gabriel em período curto vai ser top 10 do mundo, porque une vontade, força, técnica é um batalhador. Joga na direita e esquerda e com o Guardiola, vai ser campeão e crescer ainda mais."

Craque do campeonato

"Um só? Não sei dizer, mas foi do Palmeiras. Eu escolheria entre Dudu, Jesus, Jailson, Tchê Tchê e Moisés".                       

Críticas ao estilo de jogo do time

"Aquelas críticas que ocorreram, não cabem. O futebol é jogado. Parabéns ao Vasco, que ontem (sábado) fez um gol nessa bola pela lateral. É válido, está dentro da regra. Feio é nosso time não ganhar. Cada um fala o que quer. Agora, eu não concordo. Se tem um jogador que tem força no lateral, é uma maneira de oferecer perigo.". 

Sequência do campeonato

"Vamos dar folga segunda e terça-feira. Vamos deixar eles recuperarem, tinham muita coisa na cabeça. Depois vamos pensar na última partida [contra o Vitória, em Salvador]".

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos