Fernando Prass retorna ao Allianz Parque ovacionado e com homenagem

José Edgar de Matos e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Fotoarena

    Fernando Prass jogou e levantou a taça no Allianz Parque

    Fernando Prass jogou e levantou a taça no Allianz Parque

O grito 'p... que o pariu! É o melhor goleiro do Brasil, Fernando Prass' marcou uma tarde especial para o palmeirense no Allianz Parque. Depois de quase cinco meses, o camisa 1 do clube de Palestra Itália pisou novamente no gramado da arena, e logo no dia em que o clube encerrou um jejum de 22 anos sem o título do Campeonato Brasileiro.

Somente a evolução surpreendente no tratamento do veterano de 38 anos contra uma cirurgia no cotovelo permitiu a volta em uma tarde especial. As primeiras análises do departamento médico descartavam qualquer chance de Prass atuar em 2016; no entanto, a presença no banco de reservas neste domingo derrubou qualquer prognóstico.

Fernando Prass entrou no gramado do Allianz Parque para o aquecimento e recebeu grande homenagem das mais de 39 mil pessoas presentes. Até o sistema de som da arena incendiou o torcedor ao comemorar o surpreendente retorno do jogador ainda neste ano.

Imediatamente, o público respondeu. Durante o início do aquecimento, o tradicional grito de 'melhor goleiro do Brasil' ressurgiu nas cadeiras da arena pela primeira vez em cinco meses; a última atuação de Prass no estádio ocorreu em 12 de julho, no empate por 1 a 1 contra o Santos.

As homenagens ao principal ídolo do torcedor palmeirense na atualidade não pararam por aí. O goleiro foi o último anunciado entre os reservas com a mensagem festiva de 'ele está de volta'.

O grande reconhecimento, no entanto, ainda estaria por vir...

Operação e volta na última sexta-feira

Prass passou por cirurgia no cotovelo direito – o mesmo lesionado em 2014 - e iniciou o longo período de recuperação no mês de agosto. Nas primeiras análises da comissão técnica, o veterano possuiria condições de atuar apenas em 2017.

No entanto, logo nas semanas iniciais de fisioterapia, Prass apresentou uma evolução acima do normal. A recuperação manteve o ritmo acelerado, e o goleiro já trabalha com bola e sem limitações.

Na última sexta-feira, pela primeira vez desde a lesão, Fernando Prass participou de um treinamento coletivo, com exigência e ritmo de uma partida comum. O desempenho fez Cuca ter a segurança necessária para antecipar o retorno do goleiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos