Presidente em campo; Verón deixa aposentadoria de lado e volta a jogar

José Eduardo Martins

Do UOL, em, São Paulo

  • Filippo Monteforte/AFP Photo

    Verón recebe a marcação de Maradona durante amistoso

    Verón recebe a marcação de Maradona durante amistoso

Para realizar um sonho de criança e cumprir uma promessa feita aos torcedores, Verón vai deixar a aposentadoria de lado. O argentino, de 41 anos, vai defender o Estudiantes na temporada 2017.

O veterano é o presidente do clube e havia prometido para os fãs que voltaria aos gramados se vendesse ao menos 65% dos carnês de ingressos para o ano que vem. Outro motivo que impulsionou o retorno do argentino é o fato de disputar a Libertadores pelo seu time do coração. Para essa volta, Verón começou a trabalhar com bola neste fim de temporada.

A estreia do argentino será contra Bayer Leverkusen, da Alemanha, dia 8 de janeiro, na abertura da Florida Cup, nos Estados Unidos. Na mesma competição, ele vai enfrentar o Flamengo no dia 15.

Verón começou a sua carreira no Estudiantes, em 1994. Depois, passou por Boca Juniors, Sampdoria, Parma, Lazio, Manchester United, Chelsea, Inter de Milão e pendurou as chuteiras no Estudiantes, em 2014. Pela seleção argentina, disputou as Copas do Mundo de 1998 e 2002.

O jogador também ficou famoso pelo título da Copa Libertadores de 2009, quando foi eleito o melhor jogador na vitória por 2 a 1 do Estudiantes sobre o Cruzeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos