Carille diz que cansaço prejudicou Corinthians em estreia no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

Fábio Carille creditou parte da queda de rendimento do Corinthians na abertura do Campeonato Brasileiro ao cansaço. Na partida de estreia, neste sábado à noite, em Itaquera, o Alvinegro ficou no empate por 1 a 1 com a Chapecoense.  

 
"A cada jogo é uma história, fizemos o placar contra São Paulo no Morumbi e Ponte Preta em Campinas, então seria normal o adversário buscar mais o gol na volta. Estamos indo para o 30º jogo no ano em apenas quatro meses. Tivemos problemas de gripe [Moisés] e sinusite [Pablo], tivemos jogo no Chile no meio de semana. Não é desculpa, mas foi nítido o cansaço dos jogadores", disse Carille.
 
Na última semana, o Corinthians disputou a final do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta, e o mata-mata da Copa Sul-Americana, no Chile. Por outro lado, o treinador também destacou a maratona de jogos que o adversário disputou. 

"Nosso desgaste geral do grupo, mas o adversário vindo com proposta de jogar no erro, não propondo o jogo em momento algum, isso ficou claro até depois que levamos gol. Depois, tivemos de propor o jogo e eles com a proposta de destruir. Tivemos o desgaste, com muitos jogadores abaixo, mas é assim, sabemos que o Campeonato Brasileiro é duro, mas vamos brigar por coisas grandes nesse ano", afirmou Carille, que perdeu Pablo, com lesão na coxa direita durante a partida.
 
"Quando a gente vai para o jogo, já tem planejamento até de substituições. Sabia que teria de mexer na frente, porque os jogadores estão em uma carga grande. A saída do Pablo me tirou uma substituição, não tinha o que fazer, só colocar um outro jogador da posição, e o Pedro Henrique foi muito bem", completou Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos