Cuca admite Palmeiras diferente, mas diz que ainda tem muito a corrigir

Do UOL, em São Paulo

Nitidamente bem-humorado após a reestreia e vitória por 4 a 0 em cima do Vasco, Cuca admitiu que viu um Palmeiras um pouco mais confiante na partida deste domingo (14), na primeira rodada do Brasileirão. O técnico, no entanto, avisou que ainda está longe de ficar satisfeito.

Com gols Jean, Guerra e dois de Borja, os palmeirenses passaram por cima da equipe carioca, mas contaram com boa atuação de Fernando Prass para evitar que o triunfo não fosse mais complicado.

"Eu mudei (algumas coisas), mas são três, quatro dias. A intensidade que eu quero requer um condicionamento perfeito, porque ele gasta muito dentro de campo. Ninguém vai jogar os 90 minutos com intensidade. Preciso pedir alguns momentos com marcação alta, outros com compactação defensiva e é esse o meu trabalho. Temos muito a fazer", afirmou.

O técnico fez questão de exaltar o trabalho desenvolvido pelo seu antecessor, Eduardo Baptista. Ele destacou que alguns atletas precisam melhorar no aspecto de confiança.

"Cada técnico tem uma maneira, mas o trabalho do Eduardo é muito bom e já foi visto em muitos clubes. Ele estava indo bem aqui, com alto percentual e por uma ou outra questão acabou saindo. Às vezes quando troca o treinador ele se motiva, tem uma chance nova de aparecer. Mas muita coisa de hoje foi feita em cima do que faziam com Eduardo", disse.

"Estou agora conhecendo mais a equipe. O Felipe Melo tem um estilo diferente de jogar, tem o Borja e o Guerra... São jogadores que estavam em outro mercado e lá não se joga da maneira que se joga aqui".

Cuca relembra 2016 e cita jogo difícil contra o Vasco

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos