Elencos caros, pressão e eliminações marcam SP e Cruzeiro antes de estreia

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Thomás Santos/AGIF

    Rogério Ceni e Mano Menezes vão se encontrar neste domingo

    Rogério Ceni e Mano Menezes vão se encontrar neste domingo

Em momentos parecidos, São Paulo e Cruzeiro se enfrentam neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro. Entre os que estão fora da disputa da Copa Libertadores neste ano, os dois clubes investiram pesado e montaram dos elencos mais caros do país. Mesmo assim, não conseguiram evitar eliminações e a consequente pressão por resultados positivos.

No início da temporada, a diretoria tricolor desembolsou 6,2 milhões de euros para contratar o argentino Lucas Pratto, que estava no Atlético-MG. Além do centroavante, o clube paulista contratou Cícero, Wellington Nem e Jucilei - sem custos, mas com salários altos e bonificações - além de se reforçar também com Sidão, Júnior Tavares, Thomaz e Marcinho. De quebra, renovou contrato e aumento salário de Rodrigo Caio, Thiago Mendes, Araruna, Luiz Araújo, Lucas Fernandes, Bruno e Cueva.

Já os mineiros gastaram menos com reforços. O clube pagou R$ 5,3 milhões pelo zagueiro Caicedo, que defendia o Independiente del Valle, do Equador. Porém, para atender ao técnico Mano Menezes, contratou Thiago Neves, que recebeu cerca de R$ 3,4 milhões de luvas para sair do Al-Jazira, e ainda pegou por empréstimo Lucas Silva, Digo Barbosa. A diretoria também manteve os valorizados Ramón Ábila, Arrascaeta e Manoel.  

Curiosamente, os clubes fizeram uma troca envolvendo Hudson e Neilton. O atacante não conseguiu se firmar no Morumbi e virou alvo de críticas da torcida. Até um retorno do jogador para o Botafogo ou uma transferência para o Bahia são cotados. Já o volante até apresentou bom rendimento com a camisa do Cruzeiro, mas já se envolveu em polêmica nesta semana. Após a eliminação na Copa Sul-Americana, ele falou que o time precisava resolver problemas internos. A declaração repercutiu de maneira negativa no elenco e o jogador disse, em seguida, que havia sido mal interpretado.  

Como forma de comparação entre os que estão fora da Libertadores, o Corinthians é um dos únicos que também abriram o cofre para se reforçar. O clube pagou R$ 7 milhões para tirar o volante Gabriel do Palmeiras, R$ 1,2 milhão para contar com Luidy (ex-CRB) e deu cerca de R$ 4 milhões de luvas para Jadson. Porém, com a conquista do título Paulista, a pressão não existe para os alvinegros.

Já São Paulo e Cruzeiro colecionaram decepções nas últimas semanas. O Tricolor perdeu a semifinal do estadual - justamente para o Corinthians -; caiu diante do Cruzeiro na Copa do Brasil e se despediu da Copa Sul-Americana em pleno Morumbi, depois de não conseguir vencer o modesto Defensa y Justicia, da Argentina.

Os mineiros, por sua vez, perderam o estadual para o arquirrival Atlético-MG. Na Copa Sul-Americana, o time caiu nos pênaltis no mata-mata com o Nacional do Paraguai e passou a ser questionado pela torcida. Ou seja, pressão não deve faltar neste domingo, no Mineirão.

 

Ficha técnica


Cruzeiro x São Paulo

Campeonato Brasileiro - 1ª rodada
Local:
Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Horário: 16h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cruzeiro: Rafael (Fábio); Lennon (Lucas Romero), Léo, Dedé e Diogo Barbosa; Hudson, Henrique; Arrascaeta, Rafinha, Alisson; Ábila. Técnico: Mano Menezes
São Paulo: Renan Ribeiro; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Luiz Araújo e Lucas Pratto. Técnico: Rogério Ceni
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos